Neo City Uol

O que aconteceu após o golpe militar de 17 anos atrás...


    4º Círculo Infernal - Lua -

    Compartilhe
    avatar
    Venkar

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 18/11/2015
    Idade : 41
    Localização : São José dos Campos

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Venkar em Dom Dez 13, 2015 2:31 pm

    Enquanto confortava Yumi com seu enorme focinho e sua cauda, o dragão olhava para o ancião enquanto ele falava. Ficou feliz pelo reconhecimento recebido e estendeu um dedo da pata dianteira esquerda para receber o pingente, que ficaria pendurado na enorme e curva garra. Trouxe o objeto para perto de si, e parecia sentir uma aura vindo daquilo. Uma parte da essência do ancião, talvez?

    Percebeu como Yumi havia se recuperado um pouco, enxugando suas lágrimas e passando a mão em suas escamas ela se levantou e se endireito. Gostou de ver que ela estava se recuperando do choque de descobrir que o raposo era seu meio irmão e estava resoluta em ajudá-lo. Venkar estaria ao seu lado, ela não estava sozinha.

    Trouxe o pingente mais para perto de si, e o deixou firme no dedo indicador da pata esquerda. Para o enorme dragão, aquilo parecia uma espécie de corrente, finíssima e se não tomasse cuidado poderia quebrá-la. Ele parecia não ter palavras que fossem sábias o suficiente para agradecer a enorme ajuda que o dragão em forma humana estava o prestando, e o que tinha contado, de modo que apenas rosnou baixinho um "obrigado".

    Ouviu o que Yumi disse, sobre mudar de forma e olhou para ela. Teria que fazer isso já?... era a única forma de entrar na torre? Parecia hesitar... mas lembrava-se das palavras do dragão, que ele não ficaria tão vulnerável quanto pensava... então fechou os grandes olhos vermelhos. Que forma ele imaginaria? Humano? Odiava a raça... então ele pensou na forma de Yumi, ela era humanoide com traços de animal. Se esforçou na imagem dela, com os olhos fechados. Só precisaria disso para funcionar? Ficou esperando para ver o que acontecia.
    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Dom Dez 13, 2015 3:37 pm

    Rapidamente, as dimensoes do grande dragão iam reduzindo-se; os dentes tornavam-se menos afiados, o pescoço reduzia o comprimento, as asas encolhiam assim como todo seu corpo. As patas traseiras iam regredindo... nao era um processo tao rapido, talvez pela dificuldade em Venkar se imaginar daquela forma, ou quem sabe por se tratar da primeira vez (vc termina de descrever as mudanças aí XD se conseguir achar uma foto, etc e botar tbm...).O dragão ancião, na forma daquele homem velho, olhava para a garota, aguardando a transformaçao do jovem dragao negro.

    -O que sei são rumores....ouvi dizer que Belphegor, o senhor deste circulo, enviou seu general, um doppelganger, para matá-lo. O overlorde daqui sabia como o raposo era sentimental, e provavelmente o demonio assumiu a forma de alguem que lhe foi ou é querido, baixando sua guarda para então matá-lo, talvez. Ou quem sabe fizeram uma armadilha? Nao sei como ele foi morto, mas pude ver o farsante assumir seu legado e destrui-lo. Eu estive no dia em que ele ordenou o primeiro massacre dentro de seu proprio reino. Neguei-me a participar daquilo, e vi-me sendo perseguido. Destruí meus persecutores, mas vi que nao havia ali meu antigo e honrado inimigo...e sabia que algo de muito ruim iria acontecer. Minha raça foi perseguida por todos os circulos por minha culpa, por minha suposta "traição". Enviaram principalmente humanos, almas condenadas para fazer isso...sao fracos, dispensaveis, mas podem vencer pelo grande numero, como formigas. Os que foram rendidos à força viraram escravos, os que conseguiram lutar até o fim morreram honrosamente defendendo os seus...tua raça também foi perseguida, raposa. Há poucos kitsunes atualmente por aí. Então hoje busco a liberda...


    O dragao interrompeu sua fala, ao notar um dragão de escamas amareladas erguer vôo, saindo de onde antes estavam. E logo a seguir, um vermelho, jovem, que já começava a cuspir fogo para trás. Um branco cuspia uma baforada congelante contra um demonio alado enorme que o perseguia, congelando quase instantaneamente. Os olhos em fenda do homem brilharam. Parecia rir, como se visse um milagre acontecer.

    -Eu reconheço essa maldita audácia no sangue revolucionário das raposas...hahah! estão libertando os dragões! Tenho certeza que seu meio-irmão está envolvido nisso. Minha intuição me diz que está junto de um fragmento de alma de seu pai...vamos! A hora da mudança dos ventos finalmente chegou! Prossiga na transformação, jovem negro; agora sou eu quem os levará para a Casa sem Janelas. Precisarás do tamanho diminuto para entrar sem chamar atenção!


    O homem se afastou, e de forma contrária a Venkar, as escamas em seu corpo iam aumentando, os braços e garras crescendo, e asas começavam a rasgar-lhe os trajes. Enormes espinhos cresciam entre as escamas vermelhas, embora o olho perdido permanecesse com a grande cicatriz mesmo sob a forma draconiana. Outras cicatrizes somavam-se em todo o corpo daquela criatura; parecia realmente um veterano de muitas batalhas, exibindo cada uma com orgulho. O grande vermelho parecia competir em tamanho com a enorme serpente com asas que assustara Venkar, e embora nao tivesse um fisico tao desenvolvido quanto o dragao negro, compensava aquilo com um tamanho ainda maior...provavelmente adquiriria aquele mesmo tamanho após vários anos!

    avatar
    Yumi Hayashi

    Mensagens : 120
    Data de inscrição : 06/11/2015

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Yumi Hayashi em Dom Dez 13, 2015 6:53 pm

    Com sua audição impecável, ela ouvia Venkar sussurrar um "obrigado". Mas era ela quem estava agradecida. Por mais que demonstrasse que estava superando, Yumi não estava bem, ela estava apaixonada pelo meio irmão. E sabia que ele estava com a ruiva... E pior, ela o havia perdido para a outra de uma vez por todas. Mas esse pensamento e sentimento ela conseguia esconder até do dragão. Sabia que ele não iria gostar se soubesse disso e ela precisava esquecer aquilo.

    Voltava os olhos para o homem, ele havia percebido o mesmo que ela. Estava certa então, aquele não era seu pai. Mas no meio de toda aquela confusão, havia esquecido de fazer mais uma pergunta.

    - o que aconteceu com meus pais adotivos? Eles não conseguiram atravessar o portal...Quando iríamos fugir pra Terra.

    Talvez ele não prestasse atenção em sua pergunta, o céu havia sido tomado por outros dragões, uma batalha parecia está se formando. Quando baixou os olhos, viu os olhos do homem brilhando e logo ele se transformava também. Estava tudo invertido. Ela estava com corpo de um demônio reptiliano, Venkar estava se transformando em algo humanoide, e o homem voltava a ter seu corpo de dragão. Que por sinal era lindo. Sua convivência com Venkar, fez com que Yumi não temesse mais os dragões, e visse beleza onde os outros só viam destruição. A Kitsune e os Dragões, sua vida nos últimos três anos pareciam ser um conto.

    Ele falou que Tetsuya devia está envolvido e o fragmento do seu pai estava próximo a ele. Só poderia ser a humana. Então era ela. Lembrou que ela parecia falar sozinha... Talvez ela tivesse uma joia como ela tinha. Uma ligação com o seu pai... Mas, porque?! Quem era ela para o seu pai?
    avatar
    Venkar

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 18/11/2015
    Idade : 41
    Localização : São José dos Campos

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Venkar em Seg Dez 14, 2015 11:04 am

    Ficou quieto um tempo, imaginando a forma que desejava. Porém não desejava nenhuma... pois gostava da sua original. Talvez por isso que quando imaginou algo humanoide seu corpo começou a diminuir mais devagar. Sentia o pescoço encolhendo! A cauda longa também, seguido de seu corpo... tudo isso com os olhos fechados. Para ele parecia que levava horas, mas foi questão de minutos. Logo estava em sua forma humanoide, e quando abriu os olhos viu suas mãos... e antebraços ainda com escamas negras e nas mãos ainda havia garras, longas e negras. Sentiu um movimento ás costas e notou que sua cauda ainda estava ali, porém menor.

    Sua parte não-dragão era o tórax, pescoço, cabeça apesar de possuir dois chifres ainda e a parte superior dos braços. Não era completo mas pelo menos estava bem menor e podia entrar na torre com sua companheira. Sua altura de pé era pouco maior do que a de Yumi, e quando a olhou, sorriu sem jeito.

    - Então, como estou?

    Olhava para Yumi e para o ancião ouvindo a história do que se passou no plano infernal, quando ouviu o ruído característico de asas de couro, vendo com os olhos arregalados vários dragões voando no céu e começando uma luta. Ele queria participar! Queria proteger Yumi... quando ouviu a ordem do ancião de ficar nesta forma, e ele mesmo começou a crescer! Deu vários passos para trás, puxando sua companheira e logo os dois ficaram diante de um dragão bem maior , imponente, assustador.

    - Vamos Yumi! Não podemos perder mais tempo...!

    Quando tentou andar, tropeçou e caiu de joelhos, não estava acostumado a andar sobre duas patas... ou pés.. se levantou com dificuldade, segurando na mão dela, tomando cuidado para não feri-la com suas garras.
    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Seg Dez 14, 2015 6:55 pm

    Apesar do tamanho, e do aparente desinteresse que um ser tão antigo e grande poderia ter com os pais adotivos da garota, ele ainda respondeu, entre grunhidos graves. Com a pata dianteira, pegava a ambos e os colocava nas costas, entre placas de escamas que pareciam espinhos, onde poderiam ambos se agarrar. Achou um pouco....curioso que a garota em sua forma reptiliana, e o jovem dragão parcialmente metamorfoseado estivessem consideravelmente parecidos.

    -Desconheço o paradeiros de teus pais, pequena. Àquela época, era dificil fugir, que dirá ter noticias de todos...mas tudo de valor do 5º circulo está dentro da Casa sem Janelas. Incluindo prisioneiros, se estiverem entre eles...E tu, jovem, usa tua cauda para equilibrio enquanto nao domina o andar sobre duas patas. Tomai cuidado para que não fira a raposa; apesar de ter o mesmo tamanho, teu braço poderia facilmente derrubar paredes ou esmagar crânios; ainda retens boa parte de tua força.


    E então o dragão alçava vôo, as poderosas e grandes asas vermelhas lançando-o ao céu, formando uma espécie de tempestade de areia abaixo de si com apenas aquele simples gesto. Era consideravelmente maior que os outros dragões que estavam agora a cuspir fogo, gelo, ácido, relampago de suas bocas, atacando aqueles que antes lhes oprimiam; dezenas de guardas musculosos, de um perfil reptiliano eram tombados um após o outro no chão, ou ainda montados em enormes morcegos usados como uma espécie de montaria alada.

    A grande serpente alada que assustara Venkar parecia cravar as enormes presas sobre um dos dragões, que urrava alto; o grande vermelho parecia voar a seu auxilio, realmente competindo em proporções com aquele ser. E, aproveitando que a serpente mantinha a boca ocupada, ele agarrava-se em seu pescoço, fechando a enorme mandibula em torno do pescoço da serpente, enquanto por entre os dentes chamas rubras saíam por entre as feridas e o sangue daquele enorme demonio, que finalmente soltava o dragao, que caía ao chão. A areia das dunas ao redor se mexia, como se algo deslizasse sob a areia fria, fracamente iluminada pela grande lua azulada. Apesar disso, o grande vermelho voou por entre tendas em chamas, na grande area aberta onde antes estavam acorrentados os dragões. Abaixava o pescoço para que ambos descessem, mas mantinha o olhar atento para emboscadas. Dois guardas que saltavam de uma casa para tentar agarrar-se em sua cauda eram arremessados a varios metros de distancia pela propria cauda. Com a pada dianteira, ele empurrava o grande portão, grande o suficiente para que ele proprio pudesse entrar na verdade.

    -Vão! Ficarei aqui para garantir que nenhum sacrificio seja em vão. Este inferno será novamente posse dos dragões! Lutaremos aqui fora, vão e derrubem o que está aí dentro!
    avatar
    Yumi Hayashi

    Mensagens : 120
    Data de inscrição : 06/11/2015

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Yumi Hayashi em Ter Dez 15, 2015 7:53 am

    Finalmente Venkar mudava de forma, fazendo com que Yumi se impressionasse com o feito dele, para a primeira vez ele havia conseguido com muito sucesso. Apesar de continuar perigoso seus braços e pernas.

    Yumi olhava para Venkar com cara de boba, a sua forma humanoide era linda. Ele era loiro como seu irmão, mas de olhos vermelhos que pareciam ter sido pintado em aquarela de tanto que combinavam. Sua voz havia mudado muito, e ela tentava se acostumar aquilo.

    - e-erm vo-você é lindo...

    Ela não falava "ficou", pelo fato de que metamorfose Guardava traços originais. Ele poderia pensar em ser humanoide, mas como ficaria sua forma humanoide, era surpresa até para ele. Diferente de Yumi, que copiava a aparência de outros. Yumi tinha um nível avançado em metamorfose, e isso justificava o fato de ela poder ficar igual aos outros, mas sua forma kitsune seguia a mesma linha da forma humanoide de Venkar.

    Pelo elo que eles tinham, Venkar entenderia que Yumi não havia achado ele apenas bonito. Ela estava, literalmente, babando pela sua nova forma.

    - eu te ajudo!

    Ela correu ao encontro dele quando ele caia para frente, era difícil se adaptar a novos membros, e tudo o que ele não tinha era tempo para isso.

    - obrigada por não me deixar sozinha.

    Ela falava baixo no ouvido dele, enquanto o ajudava. E pouco depois era suspensa pelo dragão vermelho que falava não saber dos seus pais adotivos, mas dava a ideia de que talvez fosse prisioneiros na torre. Yumi sabia que precisava procurar o irmão... Mas ele era um demônio, afinal de contas.. Ela precisava descobrir mais sobre seus pais adotivos e recuperar o fragmento do seu pai. "Como seria esse fragmento?" Ela se perguntava enquanto voava mais uma vez, agora de carona com o dragão vermelho.

    - obrigada Thorvaarh, ajudarei vocês a reconquistar esse círculo.

    Yumi não parecia ter vocação para ser uma inimiga, mas com certeza era honrada como o pai, e isso o dragão poderia ver.

    A kitsune segurou a mão do jovem dragão e apressou os passos, adentrando a torre e imaginando o que estaria por vir.
    avatar
    Venkar

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 18/11/2015
    Idade : 41
    Localização : São José dos Campos

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Venkar em Qua Dez 16, 2015 2:29 pm

    Ao final da transformação, o dragão olhou para seus braços e mãos, que ainda estavam cobertas de escamas e possuíam unhas longas e afiadas, como garras. Pensou que não tinha feito o procedimento direito... pois continuava até com a cauda. Mas viu os olhos de Yumi arregalados e ouviu o que ela disse... ela.. gostou de como ele ficou? O achou bonito? Ele falou em voz baixa, enquanto ela o ajudava a se levantar, e usava a cauda para ajudar no equilíbrio do corpo, como o dragão vermelho orientava, realmente conseguia ficar de pé mais estável e dar alguns passos.

    Um detalhe de sua anatomia porém passou batido para o dragão negro. Como nunca havia se transformado em algo humanoide antes... o seu... membro estava claramente visível e exposto. Suas pernas eram cobertas de escamas até quase a cintura. Venkar pareceu não se importar... afinal sempre estava "nú" em sua forma natural, os "baguio" escondidos entre as pernas traseiras e ocultos sob uma placa que somente deslizava para fora no momento de ser usado.

    - V-você gostou? Tem certeza?... estou incompleto.... não consegui me transformar totalmente.

    Ouviu o ancião falar sobre ele manter parte de sua enorme força física e olhou assustado para a sua mão que segurava a de Yumi, a soltou de repente, com medo de a ferir... mas logo voltou a segurá-la gentilmente perto de si. O que ela disse encheu seu coração negro de alegria. Murmurou para ela e quase sem pensar lhe deu um beijo...em sua testa, porque a beijou? Ele tinha pensado em a lamber, que era o que dragões faziam quando queriam acariciar alguém...

    - Estarei sempre ao seu lado, minha querida Yumi.

    Logo os dois foram pegos pelo enorme dragão vermelho e se seguravam nos espinhos enormes de seu dorso, Venkar fez o mesmo, pensando que preferiria muito mais voar com suas próprias asas... quase caiu uma ou duas vezes, segurando no espinho com a sua vida! Quando Thorvaarh pousou, ele saltou também, agradecendo ao enorme ancião e quase caindo por sobre ela que já havia descido, logo correram para dentro da torre enquanto segurava sua mão.


    Última edição por Venkar em Qua Dez 16, 2015 3:41 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Qua Dez 16, 2015 3:09 pm

    -Agora vão...o cheiro de guerra novamente se levanta, e nossa glória irá raiar sob a lua deste inferno! Vão e resgatem seus companheiros, e caso se deparem com inimigos indignos...não deixe sobrar pedra sobre pedra!

    O vermelho grunhia, e logo se virava, batendo as grandes asas, arremessando areia e ar com força para baixo, um vento que caso nao tomasse cuidado seria suficiente para varrê-los para dentro daquela imensa torre. O imenso dragão voltava para auxiliar e combater as hordas de demonios que voltavam a se reunir ali.

    Dentro da torre, veriam um enorme corredor levemente curvo para frente; era realmente muito grande, o suficiente para que Venkar em sua forma draconiana pudesse caminhar ali dentro com folga. Os móveis em madeira e pedra assemelhavam-se a uma espécie de transição entre uma mansão e um castelo, com mesas de canto cujos pés poderiam facilmente ocultar o corpo de um homem adulto. Era como se subitamente tivessem se transformado em anões; tudo naquela "casa" era desproporcionalmente grande, agora que olhava bem. Enormes mesas, quadros ainda maiores, candelabros de castiçais sobre a grande mesa central. À direita, uma porta enorme aberta com marcas de queimadura, provavelmente por onde algum dragão acabara de entrar. Haviam corpos demoniacos chamuscados ou totalmente carbonizados no chão naquela direção, e provavelmente o dragao passara ali deixando o rastro de destruição para trás. Curiosamente, tudo ali era como se tudo fosse feito para acomodar um ser do tamanho de Venkar, o que poderia significar que seu morador tivesse aquele mesmo tamanho. Um pensamento perturbador, que talvez fosse melhor evitar no momento. Pelo menos a entrada daquele dragao na frente provavelmente ja teria chamado toda a atenção possivel, e dado cabo no "grosso" da defesa interna daquela direção.

    Na extremidade da esquerda do corredor, uma enorme porta apenas entreaberta, também em madeira. Nao havia como saber se seria possivel passar através da porta entreaberta pela distancia a que estavam, mas empurrar algo daquele tamanho era quase fora de cogitação. Uma espécie de tapete azul estendia-se pelo chão, conduzindo a ambas as portas.
    avatar
    Yumi Hayashi

    Mensagens : 120
    Data de inscrição : 06/11/2015

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Yumi Hayashi em Qua Dez 16, 2015 4:18 pm

    Yumi olhava abobada para ele, ele conseguia ser mais bonito do que em mil anos ela imaginaria. Mesmo com a transformação incompleta, ela admirava-o.

    - Muito...Você é muito lindo..mas não é pra menos, sua forma draconica é linda também...mal sei o que dizer.

    Ela olhava o corpo dele sem pudor, mas talvez não fosse proposital, estava apenas distraída nos detalhes daquele corpo esbelto. E muito provavelmente Venkar não entenderia.

    Yumi sentiu como se seu estomago revirasse...e se sentia anciosa para voltar pra casa, gostaria de ter a atenção dele só para ela, conversar com ele...ajuda-lo a se transformar por completo... e quem sabe, até mesmo a ajuda-lo a descobrir sobre o novo corpo?!

    Ela balançava a cabeça, para afastar esses pensamentos pevertidos... Ele era seu amigo, e claro que só a via daquela forma. Não era porque tinha mudado de forma que mudaria a forma de ve-la. Ao menos ela pensava.

    - Eu te ajudo na transformação depois...não se preocupe, vou te ensinar com mais calma...

    Mal terminou de falar e foi surpreendida pela aproximação dele, levantando o rosto fazendo com que o beijo acontecesse no seu nariz em vez da testa.

    Yumi segurou a respiração, mais um pouco e talvez eles tivesse se beijado nos labios.

    - ...Eu sempre estarei ao seu lado também..


    Ela se surpreendeu com suas proprias palavras, e no meio de seus pensamentos, eles foram pegos pelo dragão vermelho.

    A parte mais delicada e confusa da situação, estava em Venkar ser perfeitamente capaz de saber o que ela pensava e até mesmo ter ouvido seus questionamentos. Com o momento que estava, Yumi havia esquecido de romper a ligação dos dois, estava muito distraida com tudo o que estava acontecendo.

    O dragão deixavam-os e batia em retirada, toda aquela excursão havia se transformado em uma guerra. Mas por dentro, a jovem raposa também estava em guerra. Havia, fatidicamente, se apaixonado pelo proprio irmao...além de descobrir que seu passado era completamente diferente. Por fim, conheceu a versao humanoide de Venkar e sentiu seu coração bater um pouco mais acelerado. Não tinha ideia do que aquilo significava, mas não tinha muito tempo para pensar nisso agora.

    Segurando na mão dele, ela olhava para trás para verificar se ele estava conseguindo andar bem. Entendia que andar sobre as duas pernas era dificil, andar rapido conseguia ser duplamente complicado. Mas, ao fazer isso...sua visão foi guiada pelo abdomen nú dele e desceu para o resto do corpo dele.

    - ..........

    Ela parou de andar imediatamente quando viu toda a virilidade do dragão exposta. Yumi mudava de cor, ficando muito vermelha e levando a mão ao rosto com os dedos entreabertos, igual fez com o Jasor.

    - Venkar...você está nú!!!

    Ela apontava para ele e dava as costas com vergonha, sem saber como reagir. Gostava de vê-lo daquela forma, mas e se outros vissem? E...ali não era o lugar para vê-lo assim...o que iria fazer!?

    Olhava ao redor e reparou no ambiente pela primeira vez. Tudo era enorme, e ela se sentia como uma formiga. Mesmo convivendo com alguem tão grande, aquele lugar parecia ser grande até mesmo para Venkar em sua forma draconica. Onde eles estavam, afinal?!

    Enquanto reparava nos detalhes, ela procurava algo que pudesse colocar ao menos na cintura do rapaz, era muito estranho que ele continuasse a andar dessa forma.
    avatar
    Venkar

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 18/11/2015
    Idade : 41
    Localização : São José dos Campos

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Venkar em Qua Dez 16, 2015 6:55 pm

    Venkar se sentia ligeiramente confuso com todas as sensações e emoções que sentia vindo da sua querida amiga. Sabia que ela estava apaixonada pelo macho que descobrira ser o seu meio irmão. Queria mais que tudo confortá-la e ficou um pouco surpreso pelos "desejos" de Yumi em sua mente... Talvez diferente do que ela pensava, o dragão realmente gostava dela, e como estavam conectados mentalmente... ela também podia sentir um sentimento muito similar ao seu. Pois finalmente nesta forma ele poderia lhe fazer companhia de verdade, ficar juntinhos...

    Balançou a cabeça para prestar atenção nos arredores, que já estava dentro da torre e olhava os móveis e portas gigantes! Parecia que era a morada de um gigante. Mas só haviam os dois ali... com certeza os dragões que saíram cuspindo fogo nos demônios tinham já limpado a maioria dos oponentes que estivessem ali dentro... então precisariam apenas encontrar o raposo e a humana.

    - Vamos Yumi! Eles devem estar por aqui... vamos por aquela por.... o que está olhando?

    Não entendeu porque ela se virou de repente, estava envergonhada.. mas pelo quê? Olhou para baixo, para suas pernas escamosas e para o que havia entre elas, não compreendendo exatamente o porquê da reação dela.

    - É claro, não preciso de roupas. Você já viu algum dragão usando essas coisas?

    Falou enquanto se aproximava dela, segurando sua mão, e falando enquanto a fitava nos olhos.

    - Temos que encontrar os dois, aqui dentro é grande o suficiente para que eu fique em minha forma... e será melhor para nos defender.
    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Qua Dez 16, 2015 7:56 pm

    Tão logo Venkar dissera aquelas palavras, três demonios de quase 2m de altura, de grossos e largos braços musculosos se aproximavam. Escamas cobriam-lhe todo o corpo reptiliano, com desde afiados e desproporcionalmente grandes. Parecia ser uma raça de demonios que lembrava várias caracteristicas crocodilianas ou draconianas, as escamas variando do tom cinza ao verde musgo. Os olhos amarelos em fenda analizavam os corpos caídos; um demonio semelhante, mas de porte mais esguio estava caido no chão, os trajes relativamente bem conservados, e num tamanho comodamente semelhantes ao perfil fisico de Venkar. Tão logo avistaram os dois ali, um deles apontou a garra na direção, enquanto segurava uma grande lança de ossos na outra.

    -Ei, vocês dois!!

    -O que estão fazendo aí? E você, porque está nu!? Voces...estão copulando!?! Numa hora dessas!? Lorde Belphegor vai arrancar o couro de vocês se nao virem logo; um dragão invadiu e tudo está um caos lá fora. Venham logo, precisamos de reforços para guardar a sala de tesouros! Ele deve estar indo pra lá, dragões parecem sentir o cheiro de ouro a distancia. Andem logo! E você, de escamas negras, vista-se logo!


    Ele grunhia, enquanto se aproximava. Era quase natural de se esperar que Venkar se transformasse novamente num dragão, mas num golpe de sorte, parecia que o disfarce de ambos havia realmente dado certo, a se julgar pela pose relaxada, com a guarda baixa perto deles. E pareciam dispostos a guia-los pelo lugar, e logo pra sala de tesouros!! Era algo que certamente chamaria a atenção de Venkar - afinal, uma casa daquele tamanho deveria ter tesouros tao grande quanto! - e de Yumi - que talvez pudesse recuperar algo do 5º circulo infernal. Os outros dois conversavam entre si, decidindo quem iria ficar naquela porta principal. Acabaram os dois indo para lá...o que tornava aquilo tudo mais facil; poderiam dispor daquele demonio reptiliano facilmente depois que se afastassem dali, ou talvez segui-lo. Fosse como escolhessem, o demonio que lhes dirigiu a palavra agora seguia na direção da imensa porta destruida, fazendo gesto com a garra para que o seguissem. Talvez a ideia do dragao anciao em se disfarçarem nao tivesse sido tão má assim...e Venkar se lembraria de como ele falava sobre dragões jovens serem muito intempestivos, precisando ser mais racionais e estrategistas.



    avatar
    Yumi Hayashi

    Mensagens : 120
    Data de inscrição : 06/11/2015

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Yumi Hayashi em Seg Dez 21, 2015 11:20 am

    Perdia-se um pouco em pensamentos, agora não mais compartilhados com o dragão, sobre o que ele sentia por ela. Pensava se tinha entendido direito. Ele realmente sentia-se assim por ela?! Não como amizade ou tesouro, mas como mulher? Companheira? Agora nessa forma, ela podia abraçá-lo, tocar melhor o seu corpo... Ele poderia toca-lá também.

    Ficaria perdida em pensamentos, se não fosse chamada por ele.

    - O que?! De jeito nenhum. Você não anda com isso a mostra na sua forma draconica. Porque acha normal agora?! Sem falar que o animal tem sua pele como roupa. A forma humanoide não é assim!

    Falava e apontava para a genitália dele. E quando ele se aproximava dele, ela dava um passo pra trás, vermelha de vergonha.

    - Eu- Eu não deveria te ver assim agora...

    Falava baixinho completamente sem jeito. Mas o momento foi interrompido pela entrada dos dois demônios.

    - "fomos pegos ?"

    Ela perguntava mentalmente a Venkar. Mas sua cara de culpada foi má interpretada pela nudez do jovem dragão. Eles pensavam que estavam se pegando no meio da guerra. Toda aquela confusão deixou-a com mais vergonha ainda.

    - ermmmm

    Levava a mão a nuca áspera daquele corpo meio dracônico, totalmente sem jeito. Pensou no que diria, mas percebeu que o melhor seria concordar.

    - Sim! Estamos indo!

    E se abaixou para o corpo estendido no chao e tirou a roupa dele e jogou para Venkar.

    - "Vista-se logo"

    Esquecendo que ele poderia não saber se vestir, ela correu na direção do outro, mesmo que ele a perdesse de vista, poderia saber onde ela estava.

    Yumi não poderia perder a chance de acessar o tesouro. Ouviu do homem que todo o espólio de guerra estava lá. E não podia deixar de imaginar que um fragmento do seu pai poderia estar lá e até mesmo poderia descobrir o destino dos seus pais adotivos.
    avatar
    Venkar

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 18/11/2015
    Idade : 41
    Localização : São José dos Campos

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Venkar em Seg Dez 21, 2015 1:27 pm

    Iria responder Yumi sobre o fato de estar nu quando vieram os três guardas reptilianos, neste momento Venkar ficou tenso, com as mãos abertas pronto para pular em um deles e lhe dilacerar o rosto com as unhas! Mas ficou surpreso de ver como eles falavam, o disfarce tinha dado certo mesmo. Olhou sem jeito para sua companheira quando o guarda perguntou se estavam copulando... mas logo sua atenção foi redobrada quando ele mencionou um tesouro... desprotegido.

    - Nós cuidaremos do tesouro... preciso antes... preciso de umas roupas! Ah... obrigado...

    Pegou no ar o que Yumi lhe jogava e a via correr na direção do ser draconico que os chamava com a mão. Quase caiu duas vezes tentando colocar aquelas vestes... ele não tinha a menor idéia de como se vestir, e acabou por colocar totalmente sem jeito as roupas. A parte de cima em baixo, ocultando o seu sexo e a parte de baixo o buraco da perna sua cabeça e a outra um braço, ficando "meio" vestido.
    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Sab Dez 26, 2015 8:28 am

    O demonio ia caminhando de forma truculenta pela porta arrebentada, visivelmente mal-humorado, pisando de forma pesada sobre os destroços de madeira. Naquele novo corredor por onde andava, era possível ver algumas dezenas de demonios reptilianos jogados nos cantos; alguns com fraturas horríveis, outros esmagados, carbonizados, ou simplesmente partidos ao meio por uma grande mordida. O estrago de um dragao furioso era algo realmente notável. Mas no meio do grande corredor, o demonio crocodiliano parou, se dirigindo a uma parede, socando-a no que parecia ser um prego meio solto. Um pequeno pedaço de tablado de madeira, que percorria a parte mais inferior da parede se abriu,revelando um buraco semelhante a uma "toca de rato", mas grande o suficiente para que eles entrassem.

    Ainda grunhindo e resmungando, o demonio contornou e entrou naquele buraco, que parecia ser uma espécie de "passagem secreta" do lugar. Tão logo o demonio entrou, Yumi - que estava acompanhando mais de perto - notaria várias patas quitinosas de inseto envolvendo aquele guarda, semelhante a um enorme centípede ali dentro, que começavam a puxa-lo e empurra-lo para cima, como um elevador vivo, com aquele som horripilante de patas ocas batendo contra a carapaça da armadura e escamas do demonio reptiliano. A visão daquilo era angustiante; e imaginar a sensação de dezenas daquelas patas empurrando-lhe o corpo num buraco escuro de rato daqueles era algo que estremeceria praticamente toda mulher de bom senso. Mas infelizmente parecia ser a passagem mais rapida para o destino, mais rapido do que tentar acompanhar o dragao que andara destruindo tudo pelo caminho ali dentro, subindo um andar por vez. Rapidamente o guarda desaparecia, deixando apenas algumas patas de inseto ali à mostra, num chamado perverso e grotesco para o proximo que iria subir...
    avatar
    Yumi Hayashi

    Mensagens : 120
    Data de inscrição : 06/11/2015

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Yumi Hayashi em Seg Jan 04, 2016 11:23 pm

    *Yumi seguia o demonio observando o lugar tentando memorizar cada detalhe. Via os estragos no caminho e pensava feliz que uma espécie de rebelião havia começado.*

    - Cadê você?

    *Chamou o dragão pela mente, ao olhar para trás e não o ver...estranhou a demora dele. E pensava se ele sentia dificuldade para se vestir.*

    *Um pouco envergonhada, Yumi compartilhava com o dragão uma memoria dela se vestindo enquanto se olhava no espelho. Primeiro colocava a calça, a peça com duas partes maiores, mas que encaixaria perfeitamente nas novas pernas que ele havia ganhado. Depois ela pegava a outra peça, que se assemelhava ao que ele vestiu como uma calça e vestiu corretamente.*

    - Fez certinho?

    *Tinha vergonha de mostrar seu corpo quase nú para ele, agora que tinha forma humana. Apesar de que já tinha ficado completamente despida na frente dele, quando ambos tomaram banho no lago. Mas naquele momento, as coisas eram diferentes...ele era um dragão, afinal..que mal teria!?*

    *Sua atenção foi puxada quando percebeu do que era feito aquele elevador: insetos. Iria fazer um som de "ecaaa" mas, levou a mão a boca antes que o som pudesse sair. "Não acredito que vou subir nisso ai...". E olhou para trás anciosa para que Venkar aparecesse...não queria continuar sem ele e aproveitou que o guarda tinha sumido de vista para espera-lo mais um pouco.*
    avatar
    Venkar

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 18/11/2015
    Idade : 41
    Localização : São José dos Campos

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Venkar em Sab Jan 09, 2016 7:58 am

    Venkar estava mesmo com dificuldades para andar, imaginava que tinha colocado aquelas roupas de modo errado... Por isso estava bem atrás. Foi só quando ela compartilhou a memória dela se vestindo diante de um espelho foi que ele compreendeu que tinha feito tudo errado. Então, sem pudor arrancou as roupas do corpo e as recolocava agora da maneira correta.

    "Estou indo, e obrigado por me mostrar como colocar isso."


    Respondeu mentalmente e finalmente a alcançou, havia visto o estrago que seus semelhantes causaram ao passar, corpos despedaçados e desfigurados... ele mesmo queria fazer o mesmo para aqueles demônios horrorosos. Observou sua companheira parada logo depois de entrar por aquela espécie de passagem secreta e a "escada" feita de patas de insetos.

    - Vamos ter que subir por isso aí?

    Parou ao lado dela e esperaria ela responder e ir na frente, para mostrar como subir por aquilo.


    Última edição por Venkar em Sab Jan 09, 2016 4:28 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    Yumi Hayashi

    Mensagens : 120
    Data de inscrição : 06/11/2015

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Yumi Hayashi em Sab Jan 09, 2016 2:46 pm

    - " por nada"

    Ela respondia sorrindo, tentando imaginar como ele tinha se vestido. Se não fosse aquela pressa toda... Poderia ter vestido-o ela mesmo.

    - temos que subir por aqui.. Mas, aparentemente é um por vez... E são insetos!

    Falou fazendo cara de nojo e deu alguns passos à frente. Ele entenderia o que ela falava, quando visse que embaixo dos pés dela de formava uma "placa" de insetos e que a movia como um elevador. Antes que sumisse completamente, ela olhou para trás e disse.

    - você ficou lindo, mesmo com essas roupas..

    Ela sorria e aos poucos desapareceria da vista dele, chegando no próximo ambiente.
    avatar
    Venkar

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 18/11/2015
    Idade : 41
    Localização : São José dos Campos

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Venkar em Sab Jan 09, 2016 7:37 pm

    Analisava a "escada" feita de patas quitinosas de insetos, e quando ia se oferecer para subir primeiro, ela deu um passo á frente e os insetos já a levavam para cima. Olhava em sua direção e quando ela falou sobre sua aparência, deu um sorriso como agradecimento.

    Assim que ela desapareceu de vista, não pensou duas vezes, se aproximou mais dos insetos e se deixou levar para o próximo ambiente logo atrás de Yumi. Uma vez lá em cima, ficava ao lado da raposinha e segurava sua mão.

    - Obrigado Yumi, você também é muito bonita e gentil. Vamos encontrar logo os outros dois e voltar para nosso lar.

    Falou enquanto olhava ao redor, á procura do demônio crocodiliano e do tesouro que ele tinha mencionado.

    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Dom Jan 10, 2016 12:48 pm

    O elevador era tão repulsivo quanto Yumi havia imaginado; era estreito, e a sensação daquelas patas tocando-lhe o corpo, conforme impulsionava-a para cima era horrível. Por sorte, o corpo reptiliano que Yumi adquirira o aspecto reduzia a sensação daquele toque desagradável, quando as multiplas patas tocavam a pele enrijecida por escamas. Mas era escuro, claustrofóbico, e acompanhado daqueles intermináveis "tec tec tec" do deslocar asqueroso daquele elevador. Naquela escuridão era dificil saber o quanto haviam subido, e a angustia daquele deslocamento dava a impressão de se tornar um caminho interminável. Por sorte, logo Yumi e Venkar eram "expelidos" para fora de um buraco de rato na parede semelhante ao que entraram.

    Aquele lugar parecia ser uma espécie de "quartel" daqueles guardas reptilianos; era possível ver vários cubiculos revestidos em uma espécie de palha vermelha em um canto. De outro, a mesma palha era usada para aquecer umas duas duzias de ovos enormes, como se fosse uma espécie de incubadora, aquecida por um pequeno rio de lava de 30cm de largura, que se originava de uma grande forja em outro canto dali. Na forja, dois guardas crocodilianos batiam incansavelmente em peças de metal negro, fazendo mais armas. No centro da sala várias lanças, machados, espadas, escudos eram empilhados de qualquer forma. Estavam realmente bastante espaçados entre si, de forma que dava a entender que já houvera muito mais armas do que as que estavam ali agora. As dezenas de cubiculos vazios também mostravam que aquele lugar já fora bem mais cheio.

    Fosse o que tivesse acontecido, aquele lugar parecia estar no mais completo caos, com diversos guardas reptilianos estirados no chão de qualquer forma. Alguns portavam ferimentos horriveis, de outros restavam muito pouco dos membros intactos. Cadáveres espalhavam-se entre os feridos sem qualquer distinção ou higiene. Yumi e Venkar veriam o guarda que os abordara antes gritando com outro, um dos poucos "Inteiros" ainda restantes.

    -Como pode um unico dragão entrar na Casa sem Janelas e causar tanto estrago!? Impossível!

    -Senhor, não foi apenas um dragão. Entraram outros, e começaram a destruir as prisões no calabouço. Muitos fugitivos e prisioneiros, inclusive muitos demonios das cidades ao redor parecem ter se rebelado e entrado logo atrás, já chegaram aos andares superiores e estão usando nossas proprias armas...mas aos poucos estamos conseguindo conter os avanços e reagir, a rebelião não irá longe!

    -A sala de tesouros está de pé ainda? Os dois troféus estão a salvo?

    -Claro! Perderiamos tudo se caíssem em mãos erradas...especialmente se libertassem a serafim! Estamos mobilizando um novo esquadrão para proteger a sala de tesouros. Conseguiu achar mais soldados nos andares de baixo, senhor?

    -Apenas dois idiotas copulando...os outros estão mortos. E por que estão demor....ANDEM LOGO! VENHAM COMIGO! - o demonio crocodiliano de antes falava, bradejando contra Yumi e Venkar, ao ver que finalmente haviam chegado ali.
    avatar
    Yumi Hayashi

    Mensagens : 120
    Data de inscrição : 06/11/2015

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Yumi Hayashi em Ter Jan 12, 2016 6:33 pm

    Yumi olhava o ambiente ao seu redor, vendo todo o estrago que os dragões haviam causado ali. A vontade que tinha era de pega-los desprevinidos e pedir para que Venkar retomasse sua forma de dragão e terminasse de arrasar com tudo ali. Mas ela sabia que isso poderia falhar miseravelmente. E se falhasse, ela perderia a chance de recuperar o fragmento do seu pai e tentar derrotar quem estava por trás daquilo. Além de saber o que houve com seus pais adotivos. Ela havia escutado que haviam prisioneiros, talvez eles fosse prisioneiros ali, ela precisava encontra-los. E precisava também encontrar o seu...irmão. "Irmão", essa palavra ainda soava estranho em sua mente, assim como a ideia de ser a primogênita do overlorde.

    Enquanto observava o ambiente destruído, ela se perguntava o que ser a primogênita de Fuyu implicava em sua vida. Não sabia o que pensar sobre aquilo, mas sabia que iria vingar seus pais, de sangue ou não. Nem que fosse a ultima coisa que faria em sua vida, alguém iria pagar por roubar anos de sua vida. Principalmente, por roubar a convivência com aquele que ela amava, mesmo sem entender esse sentimento.

    - "Quando for a hora certa, vamos arrasar com tudo isso...eles vão pagar pelo o que fizeram com a minha família e pela sua raça."

    Falava mentalmente com Venkar sem demonstrar uma unica reaçao no rosto. Mas sua feição mudou um pouco quando ouviu o nome "serafim", estaria ele falando de Iriel?!

    - Desculpe-nos Senhor!

    E olhava de soslaio para Venkar, andando na direção do demonio que os chamavam. Yumi havia entrado no personagem que interpretava. Precisava de informação, afinal de contas.
    avatar
    Venkar

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 18/11/2015
    Idade : 41
    Localização : São José dos Campos

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Venkar em Qua Jan 13, 2016 3:51 pm

    O elevador de insetos em si não era tão repugnante para o dragão quanto para Yumi, uma vez que ele sempre morava em cavernas naturais ou escavadas por ele mesmo. Quanto a escuridão era algo que Venkar apreciava então mais uma vez ele não se importou, mantinha os olhos na figura de sua amiga e companheira kitsune conforme subiam e chegavam ao outro ambiente.

    Andava ao lado dela observando os seres crocodilianos deitados no chão, alguns mortos, outros quase isso. E pensava com satisfação mórbida que aquilo havia causado por seus semelhantes, ele mesmo tinha vontade de voltar á sua forma e terminar o serviço. Mas não o fazia por ter risco de que Yumi pudesse se ferir. Ouviu o que ela disse em sua mente e sorriu, de forma malévola, a respondendo com um aceno da cabeça e uma mensagem curta : "Será um prazer."

    Se aproximou dos guardas reptilianos e acompanhava a sua conversa, muito interessado em saber que o tal tesouro estava intacto e que havia uma rebelião acontecendo nos níveis inferiores. Provavelmente estes que estavam nesta câmara eram os últimos... ou os reforços dos que estavam lutando ainda. Excelente, pensou.

    Assim que o demônio esbravejou, Venkar se adiantou e falou, sua voz era forte e carregava um pouco no s.

    - Fomos chamados para reforçar as defesas da sala do tesouro, apenas me indique a direção que não deixaremos ninguém passar.

    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Qui Jan 14, 2016 7:33 am

    -É assim que se fala, soldado! Vamos logo! - o guarda que os abordara antes dizia, se afastando do outro, que ia pegar algum armamento entre a pilha de metais negros no centro da sala. O demonio crocodiliano seguia por uma imensa porta de madeira, aberta. Dali seguia adiante, caminhando por vários metros em direção a um longo corredor, que se estendia por centenas de metros para a direita e esquerda. Tomou a direita, e começou a caminhar pelo grande corredor. Muitos soldados, guardas daquela espécie de demonio reptiliano corriam para cá ou para lá, carregando grandes estacas de madeira sobre os ombros, geralmente sendo carregada por 4 ou 5 daqueles robustos seres. Grandes o bastante para atravessar a pata ou peito de um dragão.

    Mas a cada segundo que ambos seguravam a ansiedade de destruir tudo, mais se aproximavam de lugares cada vez mais fragilizados da defesa da Casa sem Janelas. O demonio que os guiava seguiu até outra imensa porta de madeira, mas esta se encontrava entreaberta, deixando uma abertura de apenas 1,5m de largura para que entrassem, e foi o que ele fez. Do outro lado da porta, Venkar e Yumi veriam uma espécie de antesala com várias barricadas, lançadores de estacas de madeira, cerca de 30 a 40 arqueiros se posicionando, uns 15 demonios feiticeiros preparando circulos de magia....enfim, preparavam-se para um grande contra-ataque para quem quer que ousasse entrar naquele lugar. Mas logicamente, estavam todos virados para a porta, e jamais suspeitariam de um dragão enfurecido atacando pelo lado contrário, quando a hora chegasse...

    Atrás daquele pequeno exército, através da ante-sala, uma segunda porta de madeira estaria parcialmente aberta. Um certo brilho dourado parecia sair por debaixo da fresta daquela porta, um brilho reluzente, puro, exalando quase um aroma de ouro, prata e pedras preciosas. De onde estavam não poderiam ver ainda as dimensões daquilo, mas com certeza aquela era a sala do tesouro. As palavras do guarda crocodiliano soariam quase distantes, tamanho grau de hipnotismo que aquela misteriosa riqueza provavelmente teria sobre Venkar.

    -Vocês dois, vão ver se há alguem ou algo a mais que possa ser usado contra os invasores na sala de tesouro. E voltem logo, a emboscada ficará pronta muito em breve! Assim que voltarem peguem alguma lança, arco, façam-se uteis de alguma forma!

    O guarda dizia, apontando na direção da sala de tesouro entreaberta.
    avatar
    Yumi Hayashi

    Mensagens : 120
    Data de inscrição : 06/11/2015

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Yumi Hayashi em Qui Jan 14, 2016 10:45 am

    Yumi olhava e avaliava aquela sala com todos as armas e magos.. Poderia congelar tudo e todos em alguns minutos, mas precisaria de mais energia para isso. Talvez Venkar pudesse ajudá-la com isso.

    Mas, quase não conteve o ar de surpresa quando o demônio ordenou que eles fossem justo para a sala que queriam. Via o brilho que aquela sala reluzia devido ao tesouro que estava ali. E seu coração acelerava quanto mais perto ficava dali. Aquela inquietação quase desmoronou o seu disfarce. "O que era esse sentimento ruim? O que era aquele incomodo?" E uma ideia veio a sua mente... Será que seu irmão estava bem?! "Mas desde de quando ela tinha alguma ligação com ele?" "Talvez fosse só uma impressão...talvez fosse só a ansiedade de conseguir o fragmento de Fuyu."

    - Sim Senhor!

    Respondia e respirava fundo para não se desconcentrar e perder seu disfarce. Seguia para a sala do tesouro e falava com o dragão, novamente, pela mente.

    - "Sei o quanto gosta de tesouros... Mas tenha consciência que deve ter alguma coisa da minha família adotiva e do meu pai de sangue... E que eu vou reaver tudo o que for meu e de Tetsuya."

    Ele provavelmente escutara tudo o que ela se questionava, e poderia sentir que o tom de sua voz era seria... Como de alguém a quem foi colocado um fardo em suas costas.

    Yumi só queria que aquele dia acabasse... Só queria poder chegar em casa e dormir.
    avatar
    Venkar

    Mensagens : 127
    Data de inscrição : 18/11/2015
    Idade : 41
    Localização : São José dos Campos

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Venkar em Qui Jan 14, 2016 11:48 pm

    Acompanhava o demônio, andando ao lado de Yumi, vez ou outra a puxava mais para perto de si, quando parava e divagava sobre alguma coisa. Ele a lançou um olhar que dizia "foco" para que ela não se perdesse em seus pensamentos e os inimigos ficassem desconfiados dos dois.

    Observava atentamente o caminho e o longo corredor por onde passavam, necessário memorizar o local para poderem sair depois. Logo se encontraram em um local com algumas dezenas de soldados reptilianos, Venkar observou com uma certa preocupação aquelas grandes estruturas que serviam para lançar enormes estacas de madeira. Suficientes para matar um dragão adulto.

    O dragão analisou a formação das criaturas, estavam todas mesmo com toda a atenção na direção da enorme porta de madeira por onde tinham passado. Porém quanto mais se aproximavam da sala do tesouro, Venkar sentia mais e mais o cheiro de ouro e riquezas... seus instintos lhe ordenando que voltasse á sua forma verdadeira e se apoderasse de tudo aquilo... balançou a cabeça como se fosse para afastar moscas, na verdade tentando focar na situação presente, e no que Yumi tinha lhe acabado de informar... ela queria algumas coisas do tesouro... isso... isso ele poderia ceder... por ela. Ouviu apenas parcialmente o que o guarda crocodiliano falou, alguma coisa sobre pegar alguma arma. Olhou para o mesmo e percebeu que indicava justamente a sala de tesouro! Com certeza havia algumas armas lá... mas isso parecia ser a deixa de que necessitavam.

    Venkar segurou a mão de Yumi com a sua, e a puxou com força para dentro da sala do tesouro. Tão logo passaram pela porta, ele foi para atrás dela, para ficar fora do campo de visão do guarda e aproximou o rosto e falou no ouvido dela... se esquecendo totalmente que podia falar mentalmente.

    - Este ouro todo está me deixando louco Yumi!.... temos que atacar enquanto ainda estão desorganizados!! Eu irei me transformar de volta e quando atacar, quero que use o seu gelo nos que sobraram, está me ouvindo?

    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Sex Jan 15, 2016 12:28 pm

    A sala de tesouro revelava-se a ambos tão logo entraram, sendo recebidos logo por pisadas sobre várias moedas de ouro e prata. Se o salão de Carmiglioni antes era chamativo, sequer chegaria aos pés daquele lugar paradisiaco: deveria ter quase um quarteirão em tamanho, alem de realmente ser bastante alto. Lá de cima enormes lustres cintilavam sob o brilho da platina e cristais cravejados, reluzindo. Dunas de moedas e barras de ouro, moedas, praços, castiçais, haviam até mesmo três fontes enormes de puro ouro, soterradas entre pilhas de esmeraldas, rubis e safiras. Alguns pedestais exibiam itens diversos, como espadas, armaduras, lanças, até mesmo estantes com livros que muito provavelmente tinham um valor além da simples aparencia. O cheiro de metal nobre era inebriante, causando um fascinio e alegria tão grandes que por pouco Venkar não sentiria o impulso de simplesmente adquirir a forma draconiada e rolar, mergulhar sobre tudo aquilo, literalmente brincar como um dragãozinho infantil no meio de tudo durante dias a perder de vista. Mesmo para um dragão de seu tamanho, seria impossivel carregar tudo sozinho de uma vez. Nem para o grande dragão vermelho tal feito seria possivel sem muitas idas e vindas...

    Pilares de mármore imensos, como se fossem troncos de sequóias erguiam-se aqui e ali, auxiliando na sustentação do enorme salão. Diamantes do tamanho de um punho humano estavam cravados a cada 3m de altura, fazendo um circulo sobre os pilares. Os pés de ambos afundariam como se caminhassem sobre a neve ou areia, caso decidissem por andar por entre aquela riqueza incalculável.

    No centro daquele imenso salão revestido de riqueza, duas estruturas centrais pareciam destacar-se: pareciam ser uma espécie de pixe negro, escorrendo lentamente do teto até o chão, formando uma grande estalagmite pastosa e densa. A energia negra, demoniaca, emanava daquele pixe, quase como se fosse um ser vivo; e ali proximo ao chão duas coisas pareciam ser "engolidas" por aquele pixe:

    Um era o corpo de uma mulher, os quais apenas o rosto belíssimo, um braço, os joelhos e 3 asas angelicais pareciam conseguir sair daquela substancia pegajosa. Provavelmente já fora um dia uma das mais lindas já vistas, mas hoje parecia suja, exausta, emagrecida, como se aquele pixe drenasse-lhe quase toda a vida. As penas das asas pareciam desfalcadas, faltando tufos em vários lugares, e mesmo as poucas penas integras pareciam ter a penugem horrivel e quebradiça. Ainda assim, um brilho dourado fraco, sagrado, emanava daquele ser, que mantinha os olhos fechados numa expressão de dor constante. E ao seu pé, um cristal de gelo negro estava parcialmente coberto pelo pixe. Ali dentro, uma espécie de livro grosso parecia ter sido congelado, embora pela tonalidade escura do gelo em si fosse dificil ver com clareza os detalhes daquele livro. Ainda assim, tão logo Yumi entrou naquele salão, poderia reconhecer uma energia fraca, mas muito familiar vir daquele cristal de gelo negro. E mesmo a mulher traria a Venkar e Yumi as lembranças nitidas do que ocorrera anos atrás...estava irreconhecivel, mas aquela energia angelical incomoda com certeza pertencia à mesma serafim que conheceram antes. A mesma que destruira o enorme enxame de vespas demoniacas em segundos...

    Haviam de fato dois demonios ali, com as armaduras daqueles guardas que se preparavam para a emboscada para o dragão. Mas estavam "ressecados", como se toda sua vida tivesse sido drenada por algo. E de fato, aquele pixe negro parecia estar envolvendo a mao e pé de cada um. Estavam imóveis, e nao respiravam; o pixe apenas envolvia lentamente, deslocando-se milimeto e milimetro por seus corpos numa lentidão que demoraria talvez dias para devorar todo aquele corpo reptiliano.

    Conteúdo patrocinado

    Re: 4º Círculo Infernal - Lua -

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Nov 21, 2017 5:47 pm