Neo City Uol

O que aconteceu após o golpe militar de 17 anos atrás...


    Dentro do Cristal

    Compartilhe
    avatar
    Artemia

    Mensagens : 185
    Data de inscrição : 14/10/2015
    Localização : Neo City

    Dentro do Cristal

    Mensagem  Artemia em Qui Out 15, 2015 11:18 pm

    Considerações em off:
    Aqui nesse tópico entra a continuação de quando o grupo entra dentro do Cristal para reaver o filho do Fuyu e também seu corpo físico.
    avatar
    Ryan

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 19/10/2015
    Idade : 29
    Localização : Nova Friburgo - RJ

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Ryan em Seg Out 19, 2015 12:04 pm

    *Ryan absorveu todo o misto de sentimentos que estavam no bunker, seja a animosidade e confusão da vampira ruiva, seja a sensação de proteção que a Kardia sentia ao ser defendida por seus amigos. ainda estava meio atordoado com o que acontecia quando o nove caudas atravessou o portal. ele estendeu o braço e ia dizer alguma coisa, que ficou presa em sua garganta.. pensou o pior por alguns segundos e desejou estar errado, para que o amigo raposa não tenha suas esperanças esmigalhadas. respirou fundo, olhou ao redor... um por um, avaliando as posturas e tentando entender o que estava prestes a acontecer. relaxou quando a vampira pareceu se acalmar, fixando o olhar dele a ela por um tempo maior. a beleza fria que ela tinha fez o seu coração acelerar e ele sorriu. então, caminhou apressado para dentro do portal, correndo para encontrar com Fuyu o mais rápido possível. ao cruzar o portal, três penas de suas asas ficaram para trás, e flutuaram suavemente até a vampira, na altura dos olhos. elas fariam um movimento circular em volta dela e cairiam no chão caso não fossem interceptadas. com a súbita ausência do anjo no local, ficou evidente a falta de uma energia positiva no local. como se a chama de uma lareira que se apaga e faz com que o frio seja percebido novamente*
    avatar
    Artemia

    Mensagens : 185
    Data de inscrição : 14/10/2015
    Localização : Neo City

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Artemia em Qua Out 21, 2015 10:26 pm

    As ondas de luz intensa pareciam rechaçar o corpo de Artemia, ao mesmo tempo em que a envolviam até não ser possível diferenciar o que era ela e o que era apenas energia. Ainda assim, a maga não recuou: deu mais um passo à frente, parando apenas para ouvir os anseios de Fuyu, que corria agora para além do que ela poderia ver.

    - Espere, Fuyu!

    Exclamou, desta vez correndo para dentro da luz. Sua voz pareceu estranha em meio àquilo tudo. Por um instante, ela não conseguia distinguir seu corpo em meio à luz, portanto sua voz parecia não pertencer a corpo algum, o que deixou a situação ainda mais estranha.

    Quando entrou finalmente no que parecia ser algo palpável além de apenas energia, Artemia hesitou por alguns segundos. Olharia para os lados, tentando reconhecer algo de seu conhecimento, procurando os outros que também entraram ali.
    avatar
    Axle The Red

    Mensagens : 152
    Data de inscrição : 16/10/2015

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Axle The Red em Sex Out 23, 2015 7:05 am

    Sob sua visão periferica notava o nervosismo de Fuyu. Pelo que lembrava aquilo não era seu normal, era calmo e brincalhão na maioria das vezes. Realmente havia algo importante ali dentro que o fazia se agitar, e isso ficou bem claro quando no meio de sua explicação sobre monstros mitologicos simplesmente parou e saltou impaciente.

    Axle tomou seu tempo para observar o fenomeno. O show de luzes misticas refletiam em sua pele de metal poeirenta e tambem em seus olhos, que registrava cada movimento dos filamentos de energia visivel. Em seus dias quando ainda era completo, talvez pudesse absorver a parte mais natural da luz e sua beleza intrinseca. Agora tudo o que podia era admirar e ter era a saudade do passado. Quando a nevoa começou a escorrer para fora do portal, ligou imediatamente a descendencia gelada do raposo, mas o indicio mais forte foram os flocos de neve dourados. Pela logica o dourado seria um cor ligada aos anjos, aquilo seria um "sinal magico' de que gelo era sagrado. Ou algo do tipo.

    Todos os outros ja haviam pulado no portal, ele era o ultimo. O receio ainda se mantinha, sua ultima viagem por portais o havia deixado em uma situação extrema. Tocou em uma das peças de metal alaranjado que cobria uma de suas "feridas", lembrou-se quando estava sozinho procurando por todos em meio a uma guerra onde a cidade-floresta queimava e mergulhava na escuridão. Seria assim novamente ? O universo o jogaria de volta aquele lugar condenado contrariando tudo ? Ergueu seu pé como o que lhe parecia uma força descomunal e marchou para dentro do portal como um soldado na direção da guerra.
    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Sex Out 23, 2015 9:32 am

    Para alívio do reploid, estaria do outro lado junto aos outros dois, sendo transportado ao lugar certo.

    "Azul" seria provavelmente a primeira palavra a vir à mente dos que entravam pelo portal. Uma luz azulada, como o cristal do leviatã, parecia extender-se a todo o interior do que parecia ser uma caverna coberta de cristais por todos os lados, cada qual contribuindo para iluminar a caverna bem o suficiente para que pudesse enxergar tão bem quanto veriam um campo ensolarado.

    Ali dentro, no que parecia ser quase uma dimensão à parte, o corpo de Ryan e Artemia começariam logo a emitir o brilho caracteristico de suas auras tão logo atravessariam o portal. Suas auras adquiriam forma física real, de forma que Artemia sequer tivesse o trabalho de ativar tal habilidade. Uma experiencia interessante e provavelmente única para Axle, que finalmente "enxergava auras" pela primeira vez, sem qualquer necessidade de algum conhecimento ou habilidade na magia. Poderia ver também que ele próprio não tinha uma.

    A névoa fria, beirando uns 10ºC estendia-se pelo chão até 20cmde altura, embora fosse transparente o suficiente para permitir visualizar o chão com segurança. Os mesmos flocos de gelo dourados cristalizavam-se aqui ou ali, desaparecendo quase que imediatamente depois. Porém, não se podia ver Fuyu ali, que provavelmente já estaria vários metros adiante naquela caverna sinuosa.

    Pequenos elementais de gelo de uns 10cm de altura lutavam arduamente entre si nos arredores do caminho principal ou proximos do teto da caverna, entre estalactites e estalagmites; alguns eram de um gelo negro semelhante ao que Fuyu frequentemente criava, mais robustos e lentos, em formatos variados desde humanóides até pequenos animais rústicos. Outros, aparentemente seus 'inimigos', eram de um gelo quase totalmente branco, brilhando em tons de prata e dourado, de uma estrutura fisica mais esguia e veloz. Tão logo um era derrotado das mais variadas formas, outro se erguia e retornava o combate do elemental que se fora. Deveriam haver cerca de 8 "duplas" de combate até onde conseguiriam enxergar, mas nenhum dos elementais parecia ter se incomodado com a presença dos três ali. Sequer pareciam ter consciencia de qualquer outra coisa além do objetivo de destruir o elemental de cor oposta...

    Em uma das paredes quase ao lado da entrada do portal, uma parede completamente lisa de cristal parecia exibir uma espécie de filme, uma memória que se repetia continuamente. Exibiam crianças de uns 3-4 anos com pequenas asas, em trajes brancos, atirando pedrinhas sobre outra criança encolhida num canto numa parede branca por onde lindas trepadeiras de flores se erguiam. A criança encolhida emanava uma aura negra leve e mantinha as pequenas maos sobre a cabeça, se protegendo do bullying, deixando as pequeninas orelhas vulpinas abaixadas. Algumas caudas felpudas o envolviam, como que tentando amortecer o impacto. Nao era possivel ouvir sons daquela imagem. Mais adiante pareciam haver mais paredes lisas exibindo mais imagens, mas pelo angulo e curvas da caverna era dificil ver com nitidez de longe.

    -E-EU JA ESTOU QUASE AÍ, JA ESTOU CHEGANDO! - a voz de Fuyu dizia, ecoando de algum lugar adiante na caverna. A voz parecia ainda mais desesperada que antes de entrar pelo portal; muito provavelmente também vira aquelas imagens...



    avatar
    Ryan

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 19/10/2015
    Idade : 29
    Localização : Nova Friburgo - RJ

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Ryan em Sex Out 23, 2015 1:49 pm

    *Ryan ficou imóvel por algum tempo, absorvendo visualmente todos os detalhes da caverna. a luta constante dos elementais, a névoa fria... mas, ao perceber as as cenas que eram exibidas... acreditou que poderiam ser memórias do filho de Fuyu. olhou aquilo com tristeza, e se sentiu mal por não se lembrar o nome do menino. passou por sua cabeça que talvez ele sequer perguntara. fechou os olhos e abriu as asas. os três pares de uma só vez. os olhos, q antes possuiam pupilas felinas acinzentadas como seu cabelo, ficaram completamente brancos. pela primeira vez seu rosto ficou completamente inespressívo. robótico. agitou as asas e flutuou, dziendo sem olhar para os companheiros*

    - vamos, Fuyu precisa de nossa companhia mais do que podia imaginar...

    *então disparou na direção da voz de Fuyu, acelerando rapidamente.*
    avatar
    Artemia

    Mensagens : 185
    Data de inscrição : 14/10/2015
    Localização : Neo City

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Artemia em Sab Out 24, 2015 1:29 pm

    A luz azulada encobria o corpo de Artemia, deixando-a confusa por alguns breves segundos. Observou suas mãos, e então ergueu os olhos para o restante da caverna. Os flocos de neve dourados caíam em seu rosto, o ar gelado entrava em seus pulmões. Reparou no pequeno conflito que acontecia entre os pequenos elementais, e se aproximou para observar melhor. Ajeitou sua capa no corpo, de forma que poderia se esquentar mais.

    - Que incrível...

    Sussurrou, mais para si mesma do que para os outros. Finalmente observou Ryan e Red, reparando na aura do anjo, que emanava de forma natural e sem esforço. Aquilo a intrigou, e então rapidamente ergueu suas próprias mãos para ver uma luz diferente da azul que dominava o local, que era de um violeta quase lilás.
    Quando Ryan esticou suas asas e flutuou, seguindo em frente, não teve escolha a não ser segui-lo. A voz desesperada de Fuyu chamou sua atenção tanto quanto a dos outros, e com isso, apertou o passo, praticamente correndo no horizonte gelado.
    avatar
    Axle The Red

    Mensagens : 152
    Data de inscrição : 16/10/2015

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Axle The Red em Sab Out 24, 2015 2:02 pm

    Assim que passou pelo portal as mãos de Axle tocaram o cabo das armas presos em sua cintura. Sua cabeça se mecheu rapido para todos os lados, tentando reconhecer o lugar. Uma caverna feita de crista, esta no lugar certo. Agora as mãos estava relaxadas e pode refletir melhor sobre o local. Parecia que estavam no interior do cristal do leviatã devido a semelhança estrutural, e não pode de deixar de imaginar se não tinham encolhido na verdade.

    A nevoa continuava ali, fria e constante como um tapete de boas vindas. Embora sentisse o frio intenso, isso não o incomodava. Foi ai que viu as auras, coloridas e tremulantes a sua frente. Já havia visto algo parecido, quando um reploid chegava a um nivel de energia forte o bastante para ionizar o ar dessa maneira. Ele mesmo ja havia feito isso, mas era algo agressivo, disparado no momento de uma grande proeza. O que testemunhava era algo sutil, natural, vivo e colorido. Não faziam força para produzir aquilo, era apenas um reflexo da propria vida neles. Admirou-se com as diferentes cores que carregavam e então ergueu as mãos e olhou para si proprio. Nada. Fazia sentido, pelo que ja tinha ouvido falar sobre o tema.

    Ao baixar as mãos viu o combate curioso das criaturazinhas de gelo. Uma guerra infinita, sempre surgia mais um para substituir um caido. Eram coisas sem mente, presos em um ciclo no qual não entendiam. Talvez um reflexo da mente conflituosa que habitava o lugar, tal como as imagens que se moviam no gelo. Memorias. Rejeição. Não eram só os humanos que tinham medo do diferente, afinal.

    Ouviu então a voz do anjo e o seguiu correndo, logo atrás de Artemia. Manteria-se atras do grupo, protegendo a retaguarda de algum imprevisto que pudesse tentar surpreende-los ali.

    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Sab Out 24, 2015 4:42 pm

    A cada curva sinuosa naquela caverna, o combate dos pequenos elementais dispersos aqui e ali se tornava mais agressivo. Começavam a devorar a cabeça do outro ou arrancá-la do corpo do oponente, impalar o peito no gelo de cor oposta, e coisas do tipo. Mas ainda assim em nada faziam para atacar o grupo de 'invasores'. Outros três espelhos de gelo reprisavam continuamente outras imagens, e a cada espelho a imagem ia se tornando mais nítida, com sussurros, vozes baixas, e aos poucos ganhando um pouco de som.

    O primeiro espelho mostrava o que parecia ser a mesma criança por trás de uma porta, observando a mãe treinando no quintal de uma casa paradisíaca. Silenciosamente a belíssima loira lançava uma saraivada de penas douradas contra uma árvore, cravando-as profundamente na madeira, enquanto girava em acrobacias inaudiveis, numa espécie de dança. Vestia uma roupa branca colada ao corpo, cobrindo o rosto, e logo materializava um bastão dourado que começava a treinar também. E por fim, parecia arremessar algo no chão, desaparecendo numa nuvem brilhante...e reaparecendo atrás da criança surpresa e maravilhada com a mãe, que agora o abraçava por trás, pegando-o no colo gentilmente.A cena logo mudava para a criança atirando uma pequena adaga de gelo contra a arvore e errando miseravelmente a mira, sob o olhar sorridente da mãe. Do espelho poderia se ouvir um sussurro de '..ra.ens".


    O segundo espelho mostrava garotinho já maior, com uns 10 anos, agitando as caudas enquanto girava uma espécie de foice com corrente de gelo ao redor, com grande velocidade,  enquanto fatiava um pequeno demonio, um imp, no que parecia ser os arredores de alguma cidade na Terra. Corpos de outros vários Imps estendiam-se no chão ao redor. O raposo pegava as caudas em seta amputadas dos demonios, sorridente, e entregava ao que parecia ser um anjo poucos anos mais velho que acabara de chegar ali. Ao lado dele, mais três anjos, todos vestidos com trajes escuros e armamentos, rasgados e ensanguentados, que olhavam com um escárnio enorme diante do raposinho, aparentemente sem um arranhão. O anjo tomava as asas do imp morto da mão do raposinho, que era visivelmente uns 3 anos mais jovem, e dava-lhe um soco no rosto:
    "-Você só está assim porque é um deles! Já comeu sua alma hoje, demoniozinho? Fez algum pacto no caminho?"
    -Eu nunca fiz isso! se vocês são descuidados ou barulhentos não é culpa minha! - ele retrucava, cerrando o punho enquanto se levantava e cuspia um pouco de sangue pro lado. As caudas vulpinas agitavam-se irritadamente.
    "-Então acha que foi talento seu? que está nesse teste 3 anos antes porque é melhor que a gente? Se sua mãe não fosse a serafim chefe da força especial anti-infernal você sequer estaria vivo, satanzinho de m@$%!"
    E antes que o raposo pudesse retrucar, vinha outro soco. E outro.E um chute nas costas, e logo os 3 anjos cercavam-noa chutes. A mão do filhote de raposa cerrava em ódio, mordia e exibia os caninos pontiagudos, sem revidar, provavelmente para evitar mais problemas, enquanto o sol começava a nascer no horizonte, até que finalmente era deixado em paz. Sentava-se no chão, com a mão na barriga,e resmungava:
    "-eu não pedi pra nascer meio-demonio...!"



    O terceiro espelho mostrava o garoto com uns 14 anos, de braços cruzados, enquanto a mãe conversava com ele, sorridente:
    -Ora essa, eu já lhe disse pra não fazer essa cara pra mim...você apenas nunca viu seu pai antes porque ele estava preocupado tornando o inferno um lugar melhor e seguro, e não queria que você corresse riscos...mas iremos nos encontrar com ele na Terra em breve, tudo bem?Ele já me disse que mal espera para te ver, que finalmente poderemos ser uma familia e viver em paz...

    O garoto descruzava os braços, mas ainda parecia emburrado.
    -Eu sei, mãããe. Você já me disse que ele é diferente, que não é como esses demonios que caçamos nas missões à Terra, que existem demonios inteligentes que só querem viver em paz, mas...ainda é dificil acreditar que não sejam traiçoeiros...

    A loira se irritava, os cabelos começavam a flutuar ameaçadoramente, os olhos dourados brilhando.
    -Escute aqui, e escute bem...se ele nao fosse a pessoa que é, eu seria a primeira a caçá-lo até os confins do mundo. Mas ele teve a coragem de vir aos portões celestiais buscando uma trégua entre o céu e o inferno, arriscou a propria vida combatendo demonios e exercitos para nao deixar que a tirania permanecesse lá, e muitas outras coisas...entao nao ouse falar de seu pai assim, ouviu bem? Agora vá se arrumar, que já estamos indo!


    ...


    Lá adiante, enfim poderiam ver o fim da caverna. Era uma espécie de galeria ampla, onde uma água limpa e brilhante num tom azul circulava em torno de uma pequena peninsula de rocha no meio da galeria, onde escadas rusticas levavam a uma espécie de divã/sofá de cristal. Deitado no meio, um garoto de 9 caudas e orelhas vulpinas, num tom de loiro até o prateado identico ao de Fuyu nas pontas, parecia dormir profundamente.

    Fuyu estava ajoelhado na entrada da peninsula, sem atravessá-la para ver o filho. Um espelho enorme, muito maior que os anteriores, mostravam a última memória:

    A anja loira voava rapidamente entre os escombros da cidade carregando o filho nos braços, aparentemente confuso mas ainda não desmaiado, até ficar diante de uma enorme criatura serpentinosa, com a cabeça semelhante a um dragão, e um cristal azul reluzente em sua testa.Ajoelhava-se diante dela:
    -Por favor, eu lhe imploro....leve meu filho para longe daqui, proteja-o como puder...
    E, com o sangue que ja tinha nas mãos, desenhava um circulo angelical sobre a testa da criatura, e lentamente o cristal brilhava na testa do leviatã, absorvendo o corpo do garoto. A mulher começava a voar de volta de onde viera, e quando chegou em uma espécie de beco destruidona cidade, uma lança de gelo negro era arremessada e cravava no peito da mulher. O que parecia ser Fuyu se aproximava da mulher, e lhe dizia algo baixo demais para que pudesse ser ouvido. O pequeno raposo adquiria um pouco mais de consciencia enquanto era absorvido, tendo tempo suficiente para esticar o braço e gritar, enquanto seus olhos desesperados viam o suposto pai acabar de cravar o cristal no peito da mãe, fazendo-a se dissipar em uma nuvem de luz:
    -NÃÃÃÃÃÃOOOO!!!!!


    As caudas de Fuyu não se mexiam, todas esticadas no chão, as orelhas e a cabeça baixa, a mão no peito. A cada vez que aquela cena no espelho se repetia, parecia sentir em si próprio aquela estaca de gelo perfurando-lhe o coração. Quase sentia na pele o ódio que seu filho sentiu ao ver a figura de Fuyu matar sua mãe diante dos olhos.
    -O doppelganger...jamais pensei que poderiam fazer algo pior a mim do que fragmentar minha alma. Mas isso...isso....-a voz de Fuyu saía trêmula.
    Sempre calmo, brincalhão e tranquilo, era a primeira voz que sua voz angustiada parecia querer chorar. Sua aura também se manifestava fisicamente como a dos demais ali; variava entre um tom de marrom, cinza, prata, arroxeado....não era preciso saber o que significavam: elas ja esbanjavam a depressão, tristeza, ódio e revolta.
    avatar
    Ryan

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 19/10/2015
    Idade : 29
    Localização : Nova Friburgo - RJ

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Ryan em Seg Out 26, 2015 6:34 am

    *ele se mateve impassível enquanto voava, absorvendo os detalhes das memórias que via. Ao ver o filho de Fuyu ser alvejado por anjos, franziu o cenho.*

    é assim desde sempre... eles acabam encontrando um motivo para destilar o ódio. as coisas são assim desde o início dos tempos.

    *apontava os olhos para as telas qe exibiam as memórias, absorvendo sempre cada detalhe. pousou ao lado de Fuyu, com algumas lágrimas já se formando quando percebeu o que acontecia ali e o que ele estava sentindo. colocou a mão no ombro dele, transmitindo ao demônio parte de seu poder... junto com esse poder iam uma calma e uma serenidade celestial.*

    não temos tempo para hesitar, Fuyu. vá em frente, seu filho dorme por tempo demais. converse com ele, explique o que aconteceu e deixe que ele tome sua decisão.

    *as lágrimas corriam soltas nesse momento, enquanto ele absorvia parte da raiva que Fuyu sentia, assim como a frustração e a tristeza. a aura dele perdeu um pouco da intensidade, tornando-se opacas.*

    talvez ele queira vingar a mãe, e então ele tentará te destruir. como sua alma está fragmentada, acredito que poderemos te trazer de volta. haverá um tempo para o luto, mas a hora... não é essa.

    *e então olhou em volta, buscando um apoio de Artermia e Axle. as asas do anjo sumiram lentamente, e seus ombros se curvaram um pouco, num sinal de cansaço. parece que ele estava sofrendo um efeito colateral que os demais não sentiam*
    avatar
    Artemia

    Mensagens : 185
    Data de inscrição : 14/10/2015
    Localização : Neo City

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Artemia em Seg Out 26, 2015 2:50 pm

    Os espelhos que surgiam no caminho contavam pequenas histórias, começando a fazer sentido para Artemia, que prestava atenção em todos os detalhes. No último espelho, à última cena mostrada, um aperto no peito fez seu corpo todo endurecer de medo. Levou uma das mãos à boca e lágrimas começaram a brotar de seus olhos, que agora brilhavam em um azul claro intenso. Caiu de joelhos àquela cena, subindo suas mãos à sua testa, tapando os olhos. Não conseguia mais olhar, não podia.

    Lembranças do doppelganger sorrindo malicioso antes de sua morte surgiram à sua mente, embaralhadas em um misto de raiva e remorso. Como pôde ter sido enganada por esse... esse monstro? Como ele foi capaz de fazer algo assim contra uma família? Destruir o sonho de um jovem que mal conhecia o pai...

    Ao ouvir Ryan falar à Fuyu a respeito de uma conversa com seu filho, Artemia levantou-se e secou um pouco as lágrimas, não adiantando muito, pois elas teimavam em surgir e rolar pelas suas bochechas. A garota aproximou-se de Fuyu, agachando e pousando uma mão em suas costas.

    - Estamos aqui com você, Fuyu. Faça o que precisa fazer, e haja o que houver, te defenderemos. Quem fez isso já não está mais entre nós, por isso não precisa se preocupar.

    Ela disse isso pausadamente, levantando-se e indo para trás, de forma a ficar ao lado de Red. Cruzou os braços e olhou para baixo, fungando silenciosamente, respeitando o momento de tristeza do demônio.
    avatar
    Axle The Red

    Mensagens : 152
    Data de inscrição : 16/10/2015

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Axle The Red em Seg Out 26, 2015 5:30 pm

    O anuncio de que estavam chegando ao ponto central de convergencia era claro. Quanto mais proximos, mais os elementais revelavam sua frustação, e mais intensas as memorias. Era dito pelos estudiosos humanos que quanto maior a emoção, mais forte é a lembrança. Parecia que ali estavam as provas para a teoria.

    A sequencia de imagens não o surpreendia naquele ponto. A mãe certamente trataria seu filho com dignidade, mas sua origem mestiça causava problemas com qualquer um dos lados. O interessante era descobrir que anjos, os seres de bondade, podiam ser tão perversos quanto qualquer outro ser. Aquilo pelo menos comprovava as afirmações de Fuyu quanto toda a historia que havia dito. A estrutura das cavernas chegou ao seu ponto final na prisão do garoto, e com ele a revelação final. O doppelganger havia causado mais mal do que se imaginava. Sob a forma do raposo, havia assassinado sua esposa, e por pouco seu filho tambem. Axle lamentou o destino cruel da anja, mas não tanto quanto os outros dois companheiros, tomados por lagrimas. Já tinha se acostumado com a desgraça ?

    O reploid cruzou os braços e com a cabeça baixa ouviu o lamento profundo do raposo e as palavras de conforto de Ryan e Artemia. Espiou longamente o anjo, que parecia fisicamente fragilizado, e a seguir a garota ruiva ao seu lado, incontida pela terrivel cena. Depois de raciocinar um pouco, disse com uma voz baixa e calma

    - Sinto por sua esposa velho amigo, mas seu filho ainda vive. Veja-o, ele sonha com o passado e a amargura. Você pode liberta-lo para sonhar com o futuro e a alegria. Mas infelizmente ele não tem a mesma visão que nós, ele deve odia-lo, e será dificil convence-lo de que o assassino era um copiador.


    Coçou o queixo, indeciso e aflito. Começou a farejar o lugar numa tentativa de ficar mais tranquilo, reconhecendo os diversos odores do lugar. Ver auras começava a ficar pertubador, ainda mais quando elas mudavam da forma como acontecia com o raposo.

    - Talvez não seja a melhor hora de se apresentar a ele. Talvez se ele souber a historia, se nós contarmos para ele, talvez ele entenda o que aconteceu. A decisão é sua Fuyu, mas de qualquer maneira hoje ele estará livre.



    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Seg Out 26, 2015 6:52 pm

    Fuyu pareceu ter saído um pouco da dor e decepção que lhe enjaulavam ao receber um pouco da energia do anjo, virando um pouco o rosto para finalmente notar que estavam ali.

    -A princípio, iríamos morar em meu feudo, no inferno. Mas depois de 3 tentativas de assassinato falhas, quando ela ainda estava grávida, pensamos que seria melhor que ela voltasse ao céu, enquanto eu continuaria no feudo até conseguir torná-lo seguro para ela e todas as familias de demonios que desejassem a paz. E com isso, anos se passaram...quando parecia ter estabelecido uma certa calma no 5º circulo, resolvemos que nos tornariamos uma familia unida novamente, mas....recebi informações sobre aquele portal, e tudo escureceu. Enquanto aquele demonio estava usando minha forma, provavelmente deve ter lançado o caos a tudo que lutei para manter, inclusive minha familia. Deveria ter desconfiado que era uma armadilha....

    O raposo se levantou, apoiando a mão ao joelho, o olhar vazio, pensando em tudo o que perdera. Olhava o filho já grande; perdera sua infancia, seus primeiros passos, e começava a imaginá-lo quando criança ao lembrar-se das imagens nos espelhos. O garoto parecia envolto em trajes largos, semelhante a uma tunica, ou um kimono, repousando profundamente. O rosto revelava muitos traços de Fuyu, mas eram mais ríspidos, desconfiados, sérios, sem a calma e serenidade do pai. Os cabelos eram loiros como os da mãe, tornando-se prateados num discreto degradê até as pontas, algo que se repetia nos pêlos das 9 caudas e orelhas.

    -Ele deve ter algo em torno de 14 anos hoje. E ja tem 9 caudas...entre os demonios de minha raça, eu era considerado um prodigio por ter conseguido isso aos 27 anos...- riu um pouco, gesticulando negativamente com a cabeça - deve ter puxado à mãe.

    Ele voltava a olhar o filho por mais algum tempo, baixando a cabeça, levando a mão ao peito.

    -Por mais que quisesse dizer-lhe a verdade, nem eu nem ele estamos preparados pra isso. Pelo que vi, ele passou a vida toda odiando demonios, odiando essa parte de si, e finalmente me odiando. É visivel que mesmo enquanto dorme, ele tenta negar sua origem, veja...

    O raposo apontou para o filho em repouso. Sua aura era intensa e de um aspecto diferente; era radiante e num brilho dourado e prata como Ryan, mas o brilho ocasionalmente começava a adquirir forma de veios ocasionalmente. Tao logo o dourado começava a perder sua cor, ficando prata, e discretamente mais escura, o veio se dissolvia, dando lugar a mais luz dourada. Era como se estivesse constantemente suprimindo a mais discreta manifestação de sua origem demoniaca, no subconsciente. Apesar disso, Fuyu esboçou um sorriso fraco.

    -Mas vocês estão certos, e agradeço os conselhos. Acredito que com o tempo ele verá a verdade por conta própria. Peço-lhes que levem-no para fora daqui, eu tomarei o lugar dele dentro do cristal - dizia ele, parecendo-se reerguer e reestruturar sua pose fisica e mental, calmo e sereno como antes. Mas um brilho de determinação lentamente voltava ao olhar do demonio, que parecia novamente motivado apesar de tudo. Afinal, se já havia perdido quase tudo, tudo o que poderia acontecer agora era recuperar e lutar pelo que restava.

    -Daqui de dentro organizarei o fluxo de energia do artefato, para que Artemia possa usá-lo com segurança e desenvolva sua magia, ao mesmo tempo em que observarei de perto o desenvolvimento de meu filho. Só não....digam a ele que ainda estou vivo, ou que estou aqui dentro.


    Fuyu atravessou a pequena peninsula que ligava à pedra central onde o filho se encontrava, pegando o filho nos braços. Abraçou-o por algum tempo, sussurrando algo baixo, e começou a voltar pelo caminho. Ryan parecia esgotado, e Artemia parecia frágil demais para carregá-lo. Confiaria o transporte do filho a Axle, esboçando um pequeno sorriso e estendendo os braços ao reploids com o jovem raposo adormecido.

    -Peço desculpas a todos por trazê-los a um ambiente tão...."carregado" como este, e agradeço por tudo. Nos veremos novamente no futuro, disso tenham certeza. Até lá, continuarei observando-os daqui de dentro, e tenho certeza que ele será um substituto mais do que à altura no combate ao que está por vir, muito embora ele não será capaz de manifestar todo seu potencial enquanto não aceitar sua metade demoníaca....mas isso o tempo remediará, tenho certeza!

    Tão logo Axle pegasse o filho, Fuyu seguiria para onde o filho antes repousava, deitando-se no mesmo lugar. Parecia evitar despedir-se deles ; afinal isso lhe dava a impressão de que seria apenas um "até daqui a pouco".
    avatar
    Ryan

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 19/10/2015
    Idade : 29
    Localização : Nova Friburgo - RJ

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Ryan em Ter Out 27, 2015 8:03 am

    *Ryan respirava lenta e pausadamente. não gostava a ideia de simplesmente virar as costas para Fuyu e sair do cristal. a sensação que ficava era a de abandono. então olhou para o jovem e sentiu um lampejo de esperança. Fuyu seria capaz de viver através do filho? será que saber que ele estava seguro e entre amigos seria suficiente? detectou as semelhanças físicas e deu um meio sorriso. fechou os olhos e limpou o rosto com as mãos, que estavam trêmulas. Alguma coisa ali dentro daquele cristal estava sugando sua energia desde que entrara, mas ele não conseguiu identificar o que. então ele iniciou uma caminhada lenta ao lado da maga e do reploid. esperava que caminhassem juntos dessa vez. sem olhar para trás, na direção do raposo-pai, ele fez um aceno com uma das mãos numa despedida informal*

    quando estiver pronto para sair, é só avisar. farei tudo o que eu puder pra protegê-lo, e o ensinarei tudo o que sei... se é que ele já não sabe, uma vez que ele tem um sangue poderoso correndo nas veias.

    *enfiou as mãos nos bolsos*

    até mais.

    *seguiu nos passos lentos, ritimados, procurando manter-se lado a lado com os companheiros.*
    avatar
    Artemia

    Mensagens : 185
    Data de inscrição : 14/10/2015
    Localização : Neo City

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Artemia em Ter Out 27, 2015 11:08 am

    A história de Fuyu, que anteriormente havia sido demonstrada através das imagens dos espelhos, só pareceram fazer apertar ainda mais o coração de Artemia. Ela observou o jovem rapaz adormecido, reparando nas semelhanças entre ele e seus pais, além de sua aura visivelmente dúbia, lutando para manter-se apenas dourada e clara. Tudo aquilo fez sentido para a maga, que descruzou os braços e apoiou as mãos na cintura.
    Pensar em ter Fuyu preso no lugar do filho simplesmente não lhe parecia certo. Deixa-lo sozinho, amargurado em meio àquele local cheio de lembranças ruins seria castigo o bastante para qualquer um, até mesmo um demônio.

    - Não acho certo deixa-lo aqui, Fuyu. Tem certeza de que não há outra maneira de você controlar esse cristal?

    Ela perguntou olhando fundo nos olhos do raposo, que parecia decidido, apesar dos pesares. Artemia respirou fundo e olhou ao seu redor, finalmente pousando os olhos no rapaz adormecido já no colo de Axle.

    - Bem, ainda assim... nós protegeremos seu filho, tanto dos perigos lá fora, quanto da verdade a seu respeito. Você escolhe a forma como ele deverá saber, e principalmente, quando. Alertaremos os outros no Bunker. - e, respirando fundo mais uma vez, completou. - Não nos separaremos dele. E, ah... você não disse o nome do seu filho.

    Aguardou Fuyu sentar-se no sofá rústico e aproximou-se dele. Se fosse permitido, ela daria um abraço caloroso no demônio. Ainda que ele não gostasse de despedidas, aquele abraço seria apenas uma forma de demonstrar seus pêsames pela situação, além de dizer, silenciosamente, que ele não estava sozinho.
    avatar
    Axle The Red

    Mensagens : 152
    Data de inscrição : 16/10/2015

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Axle The Red em Ter Out 27, 2015 1:05 pm

    Até ali não considerava o doppelganger um demonio realmente poderoso, pois seu fim se deu de maneira rapida nas mãos do grupo. Mas ao ouvir Fuyu ele tomava consciencia maior do estrago que havia sido feito pela criatura. Não foi so a familia do raposo que ele destruiu. Com o disfarce, ele poderia ter feito sua zona infernal voltar a caotica tortura comum da região, destruindo o esforço de muitos anos para que houvesse uma mudança. Ainda mais, havia sido mencionado um trato entre Fuyu e os anjos. O copiador poderia ter usado isso para trair os celestiais em algum momento e acabado com o pequeno fragmento de confiança que aconteceu entre as duas raças.

    O jovem garoto parecia ser uma versão mirim e revoltada de Fuyu, alem de provavelmente instavel e por isso perigoso. O comentario sobre as caudas confirmava isso, pois supunha que cada cauda era um indicio de maior poder entre os demonios daquele tipo. Quando foi mostrada sua aura, Axle pouco a pouco começou a compara-la com a de Ryan e do raposo, e encontrou detalhes que pertenciam aos dois no filho aprisionado. Ela reforçava a ideia que os pequenos elementais passaram por todo o caminho até ali. Odiava demonios, e por isso parte de si, por viver na sociedade angelical. Se convivesse com os demonios, certamente seria o oposto.

    Axle afirmou com a cabeça num cumprimento solene, entendendo a responsabilidade que o amigo lhe passava ao entregar-lhe o filho. Segurou o rapaz nos braços, com sua profusão de caudas saindo para todos os lados, da maneira mais comoda que conseguiu. Olhou para ele, e então para Artemia. Parecia que agora tinha mais um jovem para proteger. Começou a se sentir um pouco pai, seja la como os humanos se sentiam naquela situação.

    Observou Fuyu tomar o lugar do filho, prisioneiro naquele lugar. Hesitou em se retirar, lembrando quando tambem ficou sozinho a um lugar totalmente desconhecido e viu Artemia abraçando-o. Virou-se em uma despedida silenciosa e caminhou ao lado de Ryan. O anjo precisava sair dali rapidamente, era visivel o quanto havia enfraquecido desde que chegara ali.

    - Ele estará conosco Artemia, nos vendo atraves do cristal. Diria que é um lugar melhor do que aquela espada. Aposto que não tinha nenhuma cadeira la dentro, uh ?

    Brincou de maneira desajeitada

    -Você em especial poderá ver ele mais vezes Artemia. Mas temos que ir, Ryan parece não se dar muito bem com esse lugar. Peço que vá na frente e avisasse a todos sobre o segredo que devem manter. Não sabemos se ele vai despertar logo que sairmos do cristal, e se for assim não haverá tempo para avisos.

    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Ter Out 27, 2015 3:23 pm

    O raposo sorriu um pouco sem graça, coçando a nuca. Retribuiria o abraço de Artemia, embora fosse algo mais simbólico do que físico; a garota atravessaria-o se realmente tentasse um abraço real.

    -Nao fiquem assim. Não estou morrendo, afinal de certa forma já morri - riu, atravessando o proprio braço dentro da barriga, brincando sobre o fato de ser apenas um espectro no momento - e acreditem ou não, aqui dentro do cristal sinto que estabilizo o fragmento de minha alma. Talvez eu seja capaz inclusive de recuperá-la um pouco permanecendo aqui. E de qualquer forma, conseguirei me comunicar especialmente com você, Artemia. Talvez não agora no principio, mas com certeza conseguirei daqui um tempo, quando conseguir me alinhar totalmente à energia desse lugar. - e terminava com um afago quase paternal, sem contudo conseguir bagunçar seu cabelo como queria fazer; a mão passava direto. - Ele se chama Tetsuya. Nao sei se ele tinha algum apelido, ele nao me pareceu ter muitos amigos... - dizia sem graça; era quase certeza que nunca tivera um sequer...

    -E....de fato, aqui é bem mais confortável que lá dentro daquela esp... A espada...! - o demonio levou a mao ao queixo, pensativo, piscando algumas vezes. Parecia ter-se recordado de uma parte da lacuna que tomava sua memória; talvez fosse o primeiro sinal que de fato o cristal poderia ser benéfico ao raposo? - havia me esquecido dela!Quando ele despertar lá fora, digam que...a mãe dele deixou aquilo como presente. É um artefato que eu planejava dar a ele, quando nos encontrássemos. É o único protótipo de uma arma mágica que estavamos desenvolvendo para combater o caos na Terra, iria entregar o projeto finalizado aos anjos como sinal de boa fé, mas...-suspirou. Assim como Axle, sequer desejava pensar agora em como as relações entre inferno e céu estariam naquele momento.E finalizou - não se preocupem, tenho certeza que ele sairá bem, e muito provavelmente se juntará à causa. Ensinem a ele principalmente com o exemplo. Se simplesmente forem como são, tenho certeza que ele aprenderá muitoo que realmente é importante, e com os melhores professores que já conheci. - terminava com um sorriso tranquilo, sereno.


    Sentou-se no sofá/divã onde o filho repousava, e quase imediatamente as imagens nos espelhos sumiram. O espelho grande que exibia a cena principal e traumatizante agora exibia uma espécie de campo rochoso, com o céu escuro, com chuva e trovões...parecia exatamente como o Holodek. Ao redor, os pequenos elementais se desfaziam em neve, finalmente tendo a paz que mereciam.

    -E aqui tem TV! Me dêem uma boa programação até nosso reencontro, ok? - brincou, acenando ao pequeno grupo. Parecia se esforçar bastante para animar os ânimos naquela cena, mostrar que estava bem, muito embora sua aura ainda estivesse carregada de tons melancólicos, dolorosos...mais do que força fisica ou magica, FUyu parecia ter se tornado forte especialmente emocionalmente durante todos esses anos no inferno, o que poderia levar a pensar o que teria passado pra se tornar assim hoje.
    avatar
    Ryan

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 19/10/2015
    Idade : 29
    Localização : Nova Friburgo - RJ

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Ryan em Ter Out 27, 2015 8:05 pm

    *Ryan iria caminhando lentamente ao lado do reploid, com as mãos nos bolsos e olhando para baixo. olhou para o Fuyu-filho e deu um meio sorriso. parou e levou as duas mãos até a nuca*
    Hey, raposa-chan...
    *se virou, removendo um colar que usava. era simples, com um cordão fino de prata e uma safira na ponta*
    Esse colar.. ele me foi dado quando fui treinado como Arcanjo. Ele ajuda a controlar certos poderes que despertamos com o passar do tempo. além disso, ele fortalece o usuário. Tecnicamente ele me dá uma "alma artificial", que eu usei para compreender os sentimentos humanos em minhas primeiras descidas à Terra.
    *arremessou na direção do sofa, e o amuleto fez um baque surdo quando caiu... era mais pesado do que parecia. seria extremamente frio ao toque, embora Fuyu ainda não conseguisse tocá-lo.*
    acredito que de alguma forma ele te ajudará a se recompor, talvez vc consiga voltar a sua forma física... se descobrir como ele funciona. Infelizmente não tem um manual de instruções... e funciona diferente para cada usuário. pode ser que, caso você consiga usá-lo, ele mude de forma e deixe de ser um colar. Antes de ser meu, ele era uma tiara...
    *os olhos dele ficaram distantes, como se relembrasse todo um milênio em um segundo. uma gota de suor escorreu de sua front e ele ficou mais ofegante*
    preciso mesmo sair... *olhou para cima, para os lados, girando o corpo*
    existe algo aqui dentro que me aflige profundamente. vou me adiantar e dar as boas novas para o restante do grupo. tudo bem?
    avatar
    Artemia

    Mensagens : 185
    Data de inscrição : 14/10/2015
    Localização : Neo City

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Artemia em Ter Out 27, 2015 8:46 pm

    Os braços de Artemia atravessaram o nada quando tentou abraçar Fuyu. Suas mãos permaneceram erguidas, no entanto, por alguns segundos até recolhe-las de volta e se erguer. Sorriu ao ver a tentativa de Fuyu em bagunçar seus cabelos, e virou-se para as imagens nos espelhos, que agora mostravam cenas escuras e trovoadas intensas.

    - Bem, fico contente de que continuaremos mantendo contato. Quando precisar sair, e estiver pronto para conversar com p Tetsuye, nos avise.

    Ao dizer isso, deu as costas ao demônio e foi caminhando ao lado de Ryan. Percebeu a aura dele desnivelar ligeiramente, e aquilo a assustou. Segurou um braço dele, antes que ele continuasse a andar.

    - Não se esqueça de dar o recado a todos.. Você sabe. De que é como se nunca tivéssemos visto o Fuyu por aqui. Quando der o recado, nos avise pelo comunicador e levaremos o rapaz para a superfície. O comunicador funciona aqui, certo?

    E então, outra dúvida surgiu em sua cabeça.

    - Como faremos para acordar ele?
    avatar
    Axle The Red

    Mensagens : 152
    Data de inscrição : 16/10/2015

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Axle The Red em Qua Out 28, 2015 6:41 am

    Então aquele era o nome do garoto. Tetsuya, um nome de raizes orientais assim como o pai. Afinal, estava até usando um kimono. Quando o tema da espada surgiu, Axle parou por um momento e se virou de lado, ouvindo as instruções de Fuyu

    - A arma será dele...mas um prototipo ? É segura o bastante para ser usada por quem não a conhece ?

    Quando foi mencionada a parte sobre os professores Axle ficou confuso. Nunca tinha parado para pensar sobre todos aqueles anos daquela forma. Afinal, ele não tinha tanto contato com o grupo quanto os outros. Seu lar era a floresta, e grande parte do tempo ele passava lá, na companhia das arvores. Sentia falta delas, sentia falta de poder se comunicar com as plantas, de senti-las de verdade. Grande parte delas se foi, assim como os elementais dentro do cristal. Mas floresta ainda estava la, infestada de lobisomens como uma praga. Achavam que aquele era o territorio deles, que audacia. Mas...ele que havia abandonado a região, não podia realmente clamar aquele como seu dominio de qualquer maneira. Espiou a imagem refletida na parede se tornar tempestuoso. Lhe parecia ironicamente apropriado.

    O real poder do colar angelical nas mãos de um demonio lhe era um misterio, mas era claro que o anjo não podia mais ficar ali. Afirmou com a cabeça para que ele seguisse em frente. E então falou com Artemia

    - Pela teoria, estamos em uma dimensão diferente, então o comunicador só deveria funcionar entre nós 3 aqui. Quanto ao Tetsuya....não sou um especialista em magia, mas ele deve acordar naturalmente em algum momento assim que estiver fora do cristal.

    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Qua Out 28, 2015 10:02 am

    Fuyu levou a mao ao queixo, pensativo, observando o colar. Estava curioso, mas nao conseguiria tocá-lo por motivos óbvios.

    -Bom....isso me dá muito com o que me distrair. Espero que ele realmente não te faça muita falta, realmente não quero mais sangue arcanjo nas mãos... - falava com um sorriso fraco, era claro que a memória da esposa morta ainda estava muito vivida - de qualquer forma, agradeço pelo presente, e tenha certeza que farei bom uso! Caso precise dele novamente nao hesite em pedir.

    Voltava-se para Artemia e Axle desta vez.

    -Eu realmente nao sei o que o faz dormir, mas....creio que a mãe dele planejou que ele despertasse assim que saísse daqui. Nao imagino-a permitindo que ele acordasse aqui e visse todas as imagens que vimos, mas tambem nao imagino ela deixando algum encantamento para que ele durma para sempre...de qualquer forma, caso ele nao acorde um beijo costuma resolver esse tipo de problema, se me recordo bem de fábulas humanas....-brincava e provocava Artemia, novamente procurando aliviar o clima pesado daquele lugar. Embora teoricamente fosse ali o que mais sentia a depressão e o peso de todo o drama que ocorreu em sua familia, o raposo procurava exteriorizar uma tranquilidade constante, procurando inclusive distraí-los com comentários bem humorados. Brincaria a seguir com Axle:

    -É um protótipo seguro. O pior que pode acontecer é congelar todas as plantas num raio de 2km...-dizia, sério, mas logo esboçava um sorriso brincalhão, dessa vez sim falando a verdade - é um protótipo no sentido de que só conseguimos fazê-lo funcionar comigo e com a mãe dele, tinhamos dificuldades em adaptá-la a outros anjos ou demonios...quando algum tentava, sua energia magica era completamente absorvida, deixando-o perigosamente vulnerável. É o que ocorreu com o Doppelganger....ele deve ter imaginado que nada aconteceria com ele por ter meu corpo, mas se esqueceu que não tinha exatamente minha essência. Na verdade nao tinhamos certeza absoluta se Tetsuya seria capaz de usá-la, mas por ter parte minha e dela acreditavamos que nada de errado aconteceria.

    O comunicador chiaria bastante, com sinais de interferencia caso tentassem usá-lo. Fuyu tocou o  sofá/divã, parecendo se concentrar em algo, e em pouco tempo o portal por onde entraram se formava ali mesmo, naquela sala. Parecia ter conseguido alterar a posição do mesmo para mais perto, para evitar que Ryan se esgotasse mais percorrendo todo o caminho novamente. O proprio raposo pareceu um pouco ofegante ao fazer aquilo, mas pouco a pouco ja recuperava o fôlego.

    -Agora...vão...antes que estranhem sua demora...e antes que o sr. Ryan fique ainda mais extenuado. Estou ficando velho... - brincava uma ultima vez, referindo-se à perda de folego momentanea, e levava a mao às costas  num gesto simbólico.
    avatar
    Ryan

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 19/10/2015
    Idade : 29
    Localização : Nova Friburgo - RJ

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Ryan em Qua Out 28, 2015 10:36 am

    *olhou para Fuyu*

    cuide-se!

    *virando-se para Axle*

    Me deem alguns minutos antes de atravessarem. será que o tempo corre normalmente aqui dentro? enfim... eu vou indo.

    *ele deu um meio sorriso, aliviado por não ter que refazer todo o caminho. caminhou lentamente até o portal, olhou uma última vez ao redor e fez um sinal positivo com o polegar para o Fuyu*

    não demore demais e nao chegue cedo! ouvi dizerem uma vez que um mago nunca se atrasa... e nem se adianta!

    *atravessou, voltando para o bunker*
    avatar
    Artemia

    Mensagens : 185
    Data de inscrição : 14/10/2015
    Localização : Neo City

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Artemia em Qua Out 28, 2015 11:42 am

    Artemia ouviu Axle e Fuyu falarem a ela, explicando a respeito do sono do rapaz. Suas bochechas ficaram levemente rosadas à palavra "beijo", e um leve sorriso formou-se nos lábios da maga.

    - Bem, acho que a Kárdia poderia resolver o problema dele, caso fosse necessário um beijo. - disse, rindo baixinho, observando Fuyu tocar o sofá e o portal surgir na sala.

    As luzes e a inconstância dos raios eram as mesmas de antes, e quando Ryan adentrou no portal, tudo que Artemia fez foi esperar silenciosamente. O clima gelado e os novos espelhos tempestuosos não permitiam que a garota relaxasse o quanto gostaria. Além disso, esperar nunca foi seu forte: sempre teve dificuldades em lidar com paciência.

    Os minutos se arrastavam lentamente, uma vez que não havia um relógio por perto para conferir. O que parecia uma eternidade na verdade eram apenas cinco minutos, que se estendiam naquele local inóspito como horas. Artemia bufou, colocando as mãos no rosto e dizendo aos outros, impaciente:

    - É isso. Já esperamos tempo demais, a essa hora ele já deve ter explicado tudo. Vamos então, Red? - disse, observando uma última vez Fuyu e acenando brevemente com a mão, antes de entrar no portal e sumir através de suas luzes.
    avatar
    Axle The Red

    Mensagens : 152
    Data de inscrição : 16/10/2015

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Axle The Red em Qua Out 28, 2015 3:42 pm

    A explicação de Fuyu sobre o despertar de seu filho batia com a hipotese do reploid. A magia, afinal, tinha alguma logica imbuida. Sentia-se um pouco aliviado com a descoberta, pois agora sabia que não era necessario ser um mago para entender aquilo, pelo menos nos feitiços já em funcionamento.

    Quando mencionou o beijo, Axle relembrou de algumas fabulas que contavam com aquele tipo de situação, onde o encontro entre os labios quebrava um encantamento. La se ia toda a esperança mais uma vez que tinha de entender a magia. O mais curioso porem foi a reação de Artemia, que corou quando ouviu a sugestão. A garota estava com vergonha !

    Ouviu então a resposta de Fuyu sobre a espada. Por um momento seus olhos arregalaram com a possibilidade das plantas serem vitimas da arma magica. O que o demonio estaria pensando, o que tinha contra a vida vegetal ? A confusão só durou um segundo, quando caiu na real e viu o sorriso do raposo

    - Ahn....por um instante achei que teria que me livrar da espada. Mas falando serio, ela ainda me parece perigosa para colocar nas mãos do seu filho sem ter certeza de como vai funcionar, mas a decisão é sua, irei segui-la.

    Falou então a Ryan

    - Pois bem, esperaremos um pouco. Com não sou um mago, talvez me atrase...

    Mantinha o humor do raposo no ambiente. Axle admirava o cenario refletido no cristal, escuro e tempestuoso. Sabia que aquilo era uma imagem do exterior do cristal, mas ironicamente poderia ser descrito como o estado emocional de Fuyu sem nenhum problema.

    Havia se passado apenas 5 minutos quando Artemia agitou-se impaciente e resolveu pular no portal sem esperar uma resposta do reploid.

    - Você realmente esta com vergonha, não é ?

    Falou alto, brincando mais uma vez. Estava aprendendo aquilo com o demonio ?. Um ultimo aceno com a cabeça foi dado a Fuyu em despedida antes que Axle passasse pelo portal carregando o mestiço consigo.
    avatar
    Tetsuya Kitsune

    Mensagens : 237
    Data de inscrição : 16/10/2015
    Idade : 29
    Localização : ViolentoLand

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Tetsuya Kitsune em Qua Out 28, 2015 4:23 pm

    Talvez fosse o trauma sofrido no ultimo portal, mas ao atravessar aquele, novamente vinha aquela sensação de desconforto ao reploid. Uma sensação não sentida ao cruzá-lo pela primeira vez, e terrivelmente semelhante ao primeiro incidente; um presságio que sua sorte novamente volveria para o pior.

    Artemia, que seria mais sensitiva nas sutilezas da magia que Axle, sentiria uma estranha energia externa interferir diretamente naquela travessia dimensional. Embora a travessia tenha sido rápida quando chegaram ali do Holodek, a sensação agora era de uma agonia interminável, uma sensação de instabilidade horrível, como se cada molécula do corpo fosse distorcida à força, redirecionada por uma para um lugar diferente enquanto estavam no processo de travessia, como se uma mão invisivel e agressiva os conduzisse violentamente pelo pescoço e os jogasse para fora...

    Ryan se veria quase imediatamente do outro lado do portal, em segurança, sem qualquer intercorrencia. Já no bunker, Ryan notaria um brilho se formar atrás de si, enquanto o portal azul se desfazia num segundo, como se engolisse a si próprio, levando consigo o cristal que inclusive originara-o. Ninguem parecia ter tido exito em cruzar o portal como Ryan, e agora sequer havia um cristal para entrar...algo havia saído errado, MUITO errado.

    (Mudança de Tópico para Axle, Artemia e euzitos => Refúgio de Pandora)

    Conteúdo patrocinado

    Re: Dentro do Cristal

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Nov 21, 2017 5:55 pm